Tendências de inverno: o que fica bem para você?

Tendências de inverno o que fica bem para você

Calça curta - desfile Colcci. Foto: arquivo MBPress

O inverno chegou com tudo e nesse ano as tendências estão super bem definidas. Mas na hora de apostar nelas é sempre importante ter bom senso ao escolher o que fica bem para você. A consultora de imagem da Boucle, Gabí F. Souzä, falou sobre as peças chaves desta estação. Confira:

Calças com a barra mais curta- Para vesti-las é preciso ter pernas longas. Caso contrário, a barra acima da canela pode causar sensação de corte das pernas, o que faz a pessoa parecer menor do que realmente é.

Pantalonas- Possuem um ar despojado, mas, se usadas com os elementos certos pode ser , elegante e multiuso: tanto para o dia a dia, como para ocasiões formais. Aliás, é alternativa para quem quer deixar de lado as saias e vestidos longos. Por ter tecido sobrando, pode causar a sensação visual de dobrar o peso de mulheres que já estão com uns quilinhos a mais. Também não é indicada para quem tem pernas curtas.

Saias longas - Ao contrário das calças pantalonas, as saias longas são indicadas, também, para quem tem pernas curtas. As mulheres baixinhas podem usá-la com salto alto escondido por baixo da saia. Já as altas podem optar por saltos baixos ou nenhum. Os tecidos da peça são os mais variados possíveis, como seda, algodão, malha e, também, alguns mais estruturados como o couro.

Saias Midi - A peça não é indicada para pessoas que tem a canela grossa, pois o modelo deixa a região em evidência. Marcando a cintura com um cinto fininho, favorecem a silhueta retangular, triangular invertido e oval. Os mais ajustados ao corpo, favorecem as silhuetas triangular e ampulheta.

Pelúcias - Bom senso é a palavra chave para quem quer comprar sua pele/pelo/pluma. A pelúcia é uma "faca de dois gumes", ou seja, pode ser luxuosa, mas, também, tão extravagante quanto uma árvore de natal. Por isso, cuidado! Atenção redobrada para o volume: dependendo da região do corpo, pode causar a impressão de uma silhueta larga e sem curvas.

Xadrez - A atenção deve ser dada para a escolha do tamanho da estampa. Para silhuetas com excesso de curvas, o ideal é estampas pequenas. Para silhuetas finas, com poucas ou nenhuma curva, escolha deve ser por estampas entre médias e grandes.

Couro - A rigidez do couro favorece todos os tipos físicos, desde que sejam proporcionais e não haja nenhuma sobra de tecido.


Tranparência - As transparências em pequenos detalhes ou cortes estão em alta, mas é preciso cuidado com a região onde ficará localizada. Se estiver no lugar errado da peça, como barriga, região dos seios, lateral do quadril, por exemplo, ao invés de realçar a feminilidade, pode vulgarizar ou ridicularizar. Estes detalhes dizem respeito ao estilo de cada um e não aos tipos físicos especificamente.

Comente