Sérgio Rodrigues, sempre na moda

Sérgio Rodrigues sempre na moda

Exposição de Sérgio no Píer Mauá. Foto: Agência Fotosite

Simpático e com seu jeito peculiar, o designer e arquiteto Sérgio Rodrigues, de 84 anos, estreou no Fashion Rio em grande estilo, afinal, foi convidado justamente como um dos representantes desta 20ª edição, que traz a bossa nova como tema.

Sérgio não foi somente participar da coletiva de imprensa, como também esteve nesta terça-feira em sua própria exposição - um verdadeiro "anfitrião", ao lado da mulher Vera Beatriz, de suas obras expostas que permanecem no Píer Mauá até o fim do evento, este sábado. E o entusiasmo foi tamanho que o material ganhará um espaço próprio - Vera e a curadora Mari Stockler pretendem criar um instituto para reunir o seu acervo.

"Acredito que moda e design têm muitas semelhanças no seu processo de criação, em imaginar os desejos das pessoas", disse em entrevista especial Termporada de Moda Outono/Inverno 2012, dos sites Vila Mulher e Bolsa de Mulher.

Feliz com o convite, Sérgio também levantou a questão da criatividade do carioca em qualquer manifestação artística, principalmente na moda, tema bastante discutido no encontro com a imprensa durante o Rio-à-porter.

"O entusiasmo do carioca, principalmente do seu modo de viver, da sua proximidade com a praia, e com seu jeito característico de fazer cinema, música e, também, moda, precisa sim ser ainda mais valorizado, acho que isso tende a crescer e ultrapassar mais barreiras, com ainda mais valor agregado", destacou o arquiteto que também lembra o sucesso de vários profissionais de todo Brasil em revistas nacionais e internacionais.

Para que não conhece o mobiliário do designer, basta lembrar de célebres cadeiras e poltronas super características dos anos 50, 60 e 70. Oscar, Kilin, Diz, Beto e Mole (essa exposta no Museu de Arte Moderna de Nova York) são suas obras mais conhecidas, por isso estão dispostas dentro de cabines com alto-falantes na exposição do Píer Mauá.


Através delas é possível ouvir o próprio Sérgio narrando como foi a criação de cada uma. Ao todo são 40 móveis distribuído no armazém e vários painéis fotográficos, inclusive com detalhes da vida do designer.

Por Juliana Lopes

Comente