Roupas descoladas para andar de bicicleta

bikeroupas

Foto - Divulgação

O número de ciclistas em São Paulo cresceu de 170 mil, em 2013, para 260 mil em 2014. Esse crescimento deu margem para o surgimentos de novos nichos voltados para ciclistas, incluindo produtos. As sócias Nina Weingrill, sua mãe Claudia, e Camila Silveira, há 3 anos apostaram nesse mercado de roupas para andar de bicicleta, com a marca Velô.

A ideia era criar uma linha de roupas para ciclistas, mas que não tivesse cara de ciclistas ou de ginástica. Elas queriam fazer roupas confortáveis para quem pedala e, ao mesmo tempo, modernas. As peças têm alta tecnologia, proteção contra raios solares, elasticidade e um sistema que impede a proliferação de baterias. Tudo para pedalar bonita e segura.

A Velô tem desde tornozeleiras (R$ 30) a capas de chuva (R$ 380). As peças também foram desenvolvidas com modelagem inteligente, facilitando a movimentação enquanto o ciclista pedala. As três sócias contam que o investimento inicial foi de R$ 100 mil e esperam R$ 250 mil de retorno. Por enquanto, as peças são apenas vendidas pela internet, pelo site: http://velo.iluria.com/.


Por Helena Dias

Comente

Assuntos relacionados: benefícios bicicleta