Raquel Zimmermann acredita em um inverno minimalista

raquel-zimmermann

Foto - agência Fotosite

Toda de preto, com colete de tachinhas da Animale, camiseta preta John Varvatos, calça e cinto vintage, a modelo número 1 adiantou um pouco de como será o desfile da Animale em entrevista coletiva. "Cenário tecnológico, futurista, high tech, com lã lavada". Raquel diz que não segue tendências, gosta mesmo de sacar do guarda-roupa a sua jaqueta de couro e bota de motoqueiro. E acredita que o próximo inverno será minimalista.

Desde ontem no Brasil, Raquel chegou a conhecer um pouco do inverno da marca e pensou em comprar um livro, mas não teve tempo. "Queria um do Jorge Amado, porque é totalmente brasileiro. Agora estou lendo Freud". Nas horas de folga, a modelo gosta de relaxar e ir ao cinema. "Meus filmes prediletos são Avatar e Distrito 9". Quando viaja com o namorado, o fotógrafo chileno Ruy Sanchez Blanco, adora ver óperas e visitar museus, entre eles, o Louvre (Paris) e Metropolitan (Nova Iorque). "Se não fosse modelo, sem dúvida trabalharia em uma profissão ligada à cultura, que tivesse que estudar muito", conta.

Como toda boa gaúcha, ela revelou que sabe fazer um bom Arroz Carreteiro. "Hoje, no café da manhã, comi ovos com bacon, pão e suco de laranja". Pelo visto, ela não se liga muito em dieta. "Gosto de um café da manhã farto, é importante para manter o dia. Não concordo com corpos esqueléticos, as pessoas devem ser saudáveis. É preciso se alimentar bem, ter corpo bonito e saudável".


Malhação? Pedalar no bairro em que mora (Brooklyn - Nova Iorque). Caminhar com o seu Ipod no bolso e surfar quando está viajando. Em uma de suas últimas visitas ao Brasil, isso no final do ano, ela fez questão de ficar em casa e apresentar o seu amor à família. Sobre o Brasil, é só elogios. "A beleza está na mistura de etnias e povos. Adoro a comida, a música e o clima daqui".

Por Juliana Lopes

Comente