Quatro lições do Red Carpet do Oscar

Quatro lições do Red Carpet do Oscar

Cate Blanchett. Foto: Grosby Group

E finalmente aconteceu a noite mais aguardada do ano quando falamos de figurinos dos sonhos: o Oscar! Mas devo dizer que fiquei um pouco decepcionada desta vez. Não vi nenhuma escolha de tirar o fôlego, apesar de ter gostado de várias.

Em uma noite bem morna, algumas celebridades deixaram bem claro que o vestido pode ser couture, ou pelo menos um pret-a-porter de luxo, as jóias podem ser as mais caras e você pode ter ser linda como uma deusa grega, mas se não souber dosar todos os elementos (seus e da roupa), o resultado pode ser prejudicado.

Jennifer Lawrence é um exemplo disso. Beleza de sobra que acabou sendo desvalorizada no Calvin Klein vermelho escolhido. A principio está ok, mas analisando com mais cautela percebe-se que, porque o vestido tinha esse corte simples, era decotado e foi bem ajustado ao corpo, o resultado ficou mais para "figurino de Baywatch" do que look que te faz desejar um igual para ontem!

Outra que poderia ter escolhido melhor, foi Jennifer Hudson. Ela passou por uma transformação inspiradora nos últimos tempos - perdeu sabe-se lá quantos quilos - e por isso poderia ter escolhido diversos modelos que enaltecessem seu novo físico. Porém, o caimento do seu vestido Atelier Versace no busto acabou transferindo o foco da cor muitíssimo bem escolhida para o quanto a modelagem estava inapropriada para seu biótipo.

Em contrapartida, não posso deixar de comentar as duas que chamaram minha atenção positivamente.

Cate Blanchett, como sempre, estava maravilhosa. Seu Givenchy era lindo, bem escolhido, apropriado para a sua idade, elegante e tinha inúmeros predicados, mas, de todos eles, o que mais merece aplausos é o fato de que Cate sempre faz escolhas difíceis, que em qualquer outra pessoa poderiam não ficar boas, e as carrega de forma indefectível. O motivo é um só: estilo! Quando ele é bem definido e trabalhado, é difícil sair por aí cometendo equívocos.

[galeria]


Érica Minchin trabalha com pesquisa, criação e desenvolvimento de produtos em moda e ministra cursos e palestras sobre imagem e tendências. Ela ensina que aparência é a ferramenta de comunicação não-verbal mais poderosa e estimula explorar as melhores maneiras de fazer uso dela. Contato: contato@ericaminchin.com

Comente