Organize seu guarda-roupa em 5 passos

5 passos para organizar o guardaroupa

Bora lá arrumar esse guarda-roupa! Foto/© Arman Zhenikeyev/Corbis

Arrumar o guarda-roupa pode ser um dos melhores exercícios de desapego. A gente, ou quer dizer, a maioria das mulheres acaba guardando consigo roupas que já não caem tão bem, ou que por algum motivo trazem uma lembrança, ou simplesmente puro apego. Bora arrumar tudo e se livrar disso já com 5 dicas simples!

Imagine que você tem tantas roupas que já não se lembra de boa parte delas, pois estão socadas num canto do seu quarto. Isso te diz o seguinte: essa peça não é mais usável na sua vida. Vamos nos livrar do que realmente não serve mais. E para isso temos 5 passos que vão transformar seu dia-a-dia.

Passo 1: Você não usa há mais de 1 ano, mas guarda porque tem valor sentimental - Hum, que valor seria esse? Vale mesmo a pena? Se a peça é realmente boa e você acha que voltará a usar, guarde num plástico ou num saquinho próprio para roupas e espere mais um tempo, alguns meses, se nada mudar, venda ou doe.

Passo 2: Roupas antigas - Aquela camiseta velhinha que você adora usar em casa, mas já está furando, ou você tem mais blusas velhas do que novas de tantas que se acumularam, pode escolher pelo menos a metade e jogar fora, dependendo do estado.

Passo 3: Caimento - A roupa ainda fica legal no seu corpo e serve direito em você? E mais, você ainda curte a peça? Responda a essas três perguntas e se pelo menos duas alternativas não forem afirmativas, livre-se dela, dê para uma amiga, doe, ou ainda, venda para um brechó.

Passo 4: Você guardou uma roupa que está com manchinha ou com rasgos - Separe as roupas com defeitos e avalie na costureira, veja se vale a pena reformar, se a roupa for atemporal e boa, do contrário, está na hora de dizer adeus a elas. No caso de manchas é a mesma coisa, leve à lavanderia e veja se sai, se não sair e isso te incomoda, claro, tchau para a peça.

Passo 5: Peças retrô - É um momento delicado porque a maioria das mulheres ama ter peças do antigo guarda-roupa da mãe ou da avó, e nós também apoiamos essa ideias, mas é necessário filtrar tudo isso. Depois de algum tempo de uso, pelas duas gerações as peças ficam realmente fora de moda e de uso. Estude se vale a pena ficar com ela, você pode conseguir uma boa venda num brechó.

Pronto, só falta colocar a mão na massa.


Por Giseli Miliozi

Comente

Assuntos relacionados: organização guarda roupa