Organize seu armário

Uma limpeza no armário pode significar muito mais em sua vida do que simplesmente arejar seu quarto e suas roupas. Uma limpeza de verdade, daquelas que acarretam uma reflexão sobre nossa vida e nossas metas, pode ser muito positiva, além de literalmente saudável para o corpo e a alma.

Mas, para que isso aconteça é preciso que estejamos preparados para nos desfazer de alguns conceitos e preconceitos. Alguns exemplos:

“A moda volta, por isso é preciso guardar as peças em bom estado”

“Devemos guardar peças em bom estado, pois nunca se sabe”

“Essas eu não vou usar porque são para ocasiões especiais”.

Evidentemente, temos uma ou outra peça para festas ou eventos mais formais. As “ocasiões especiais” acabam nunca chegando e corremos o risco de só usar as roupas velhinhas a espera… do que mesmo?

Confira a suas roupas o peso certo - comida tem prazo de validade não tem? Se estiver vencida a gente joga fora: não usa só porque está na geladeira, pois pense em roupas da mesma maneira.

Finalmente, pense bem: nos últimos quinze anos você já mudou de carro, assinatura de revistas, médicos, cabeleireiros e uma série de outras coisas. Isso porque seu gosto, e provavelmente sua disponibilidade financeira, mudou.

E, se seu espírito de economia se rebelar demais ante o que estou dizendo, faça o teste: leve tudo para um brechó:

- Se eles pagarem pela roupa e ficarem com ela em consignação - ótimo. Já é um bom negócio.

- Se eles não quiserem - é a prova definitiva que você precisava: nem os brechós querem esses modelos jurássicos

Ok, estou teorizando demais e dando poucas dicas práticas. Mas é que elas só funcionam a partir de um conceito bem estabelecido. Aqui vão alguns pontos importantes:

- Não é preciso forrar gavetas com papéis, plástico ou papéis autocolantes; esse tipo de coisa só atrapalha e suja ainda mais a roupa.

- Use um desumidificador - desses de supermercados - e fique atenta para trocá-lo quando necessário: você estará evitando manchas e cheiro de bolor ou mofo - freqüentes em locais mais quentes e/ou úmidos.

- Esqueça naftalina: você não conseguirá nunca mais se livrar do cheiro. Há maneiras mais modernas para evitar as traças.

- Use e abuse de sachês perfumados, mas apenas nas gavetas de roupa íntima e nas prateleiras de malhas, onde eles tem mais chance de fazer efeito.

Vantagens do armário vazio:

- Você enxerga melhor o que tem e não usa apenas o que está visível “na frente.”

- As roupas amassam muito menos e duram mais.

- Você acaba usando sempre roupas mais novas e consequentemente em sintonia com o momento e a moda

Para arrumar:

- Não é frescura; separe por cor: fica infinitamente mais fácil tanto encontrar quanto combinar as peças.

- Procure separar também por itens, texturas e comprimento das peças - facilita a visualização

- Deixe os acessórios em um lugar visível e não guardados em caixas e gavetas mais escondidas. Eles é que dão o acabamento ao visual, portanto é imprescindível que estejam a mão.

Jornalista, escritora e palestrante, Claudia Matarazzo é autora de vários livros sobre etiqueta e comportamento: “Visual, uma questão pessoal”, “Negócios Negócios - Etiqueta faz parte”, “Amante Elegante - Um Guia de Etiqueta a Dois”, "Casamento sem Frescura", "net.com.classe", "Beleza 10", "Case e Arrase - um guia para seu grande dia", "Gafe não é Pecado" e "Etiqueta sem Frescura"

Comente