O "Velho Chico" na visão de Ronaldo Fraga

O Velho Chico na visão de Ronaldo Fraga

Família Fraga - Ronaldo, Ivana, Ludovico e Graciliano. Foto Divulgação

Como sempre, Ronaldo Fraga sabe como ninguém trazer à moda mais do que boas peças na passarela. Nas entrelinhas há temas polêmicos e muita história para contar, pois para Fraga a escolha da roupa é uma "escolha política". Para o verão de 2009, por exemplo, ele trouxe o tema da transposição do Rio São Francisco, depois de percorrer um trecho do rio em um barco a vapor.

Mas para o estilista, a visita ao "Velho Chico" não poderia render apenas uma coleção. Da cultura e riqueza que ele absorveu lá surgiu também uma exposição de caráter cultural-educativo. Chamada de "Rio São Francisco Navegado por Ronaldo Fraga: Cultura Popular, História e Moda", a mostra começou essa semana e ficará em cartaz até 28 de novembro na terra natal, Belo Horizonte, no Palácio das Artes.

[galeria]

O estilista retrata em ambientes a foz do rio, sabores dos mercados, isso através de uma parede de latas litografadas, o cotidiano da vida ribeirinha em imagens, até a fé dos romeiros e peregrinos que visitam, desde a descoberta do ouro nas Minas Gerais, o santuário de Bom Jesus da Lapa. Entretanto, o que mais chama atenção é o espaço em que vestidos musicais ecoam a voz de Maria Bethânia declamando o poema "Águas e Mágoas do Rio São Francisco" da obra "Discurso de Primavera e Algumas Sombras" de Carlos Drummond de Andrade, escrito em 1977.

O ator Wagner Moura foi homenageado em uma instalação que remete às cidades alagadas para dar lugar às usinas hidrelétricas. A essência dessa sala é um vídeo documentário produzido pelo próprio ator. O filme foi gravado e dirigido por ele, que é nascido em Salvador, mas criado na pequena cidade de Rodelas (Bahia), inundada para a construção de hidrelétricas. O material traz antigas imagens com famílias que povoavam a região.


"Minha paixão pelo São Francisco vem desde criança. Meu pai pescava muito em Pirapora e cresci ouvindo suas histórias sobre o rio. O São Francisco é o terceiro maior rio do país, sendo o único do seu porte que nasce e tem cem por cento de seu curso totalmente em terras brasileiras. Logo, nenhum rio desperta tanto afeto nos brasileiros como o Velho Chico. Ao viajar por suas águas em pesquisa para minha coleção, me deparei, na prática, com essa fonte de vida e riqueza que ele nos oferece. Esse é o grande e único motivo da exposição: compartilhar minhas impressões e emoções sobre o rio São Francisco", encerra Ronaldo Fraga.

Por Juliana Lopes

Comente