O samba de Dicró na SPFW

O samba de Dicró na SPFW

Foto/Juliana Lopes

Andar pela Bienal na SPFW é encontrar gente de várias tribos. Fashionistas que gostam de exibir o modelito, estudantes de moda em busca de contatos, e aqueles que vão à trabalho, como produtores e assessores - das salas de desfiles e backstages - enfim, o universo é grande, tudo para a coisa funcionar bem.

Muitas vão passear nos lounges - quem sabe conseguir um brinde. Por sinal, ganhar um par de Melissa é o preferido da mulherada. Cruzar com alguma celebridade ou tops internacionais é o desejo da maioria.

Tinha até sambista tentando entender de moda. Pois é, ontem quem estava próximo da loja Pop Up era o carioca Dicró, o filósofo da malandragem. Como toda a sua desenvoltura, ele nem esperava a câmera ligar para sair entrevistando um grupo de meninas, todas de branco. A sua experiência como entrevistador será exibida no quadro do Fantástico, "Repórter por um dia", no próximo domingo, dia 24, conforme disse o produtor do programa.


Com letras bem-humoradas e muitas vezes de duplo sentido, Dicró é conhecido pela sua malandragem e por falar mal da própria sogra, em tom de brincadeira.

Por Juliana Lopes

Comente