Nos lounges e nos corredores

Nos lounges e nos corredores

Foto: Karina Conde.

Já pensou preparar um perfume pra você? Ou experimentar aquela tatuagem legal, só de brincadeira? E que tal ouvir a trilha que toca apenas num bar, lá em Paris? Tudo isso é possível, nos corredores e lounges da SPFW.

Os patrocinadores e parceiros do maior evento de moda do país se prepararam com tudo para oferecer todo tipo de experiência sensorial ao público.

No lounge da Natura, por exemplo, um perfumista explica como funciona o processo de fabricação de um perfume e ainda conduz a pessoa, numa experiência olfativa, por quatro possibilidades de combinações de fragrância, todas criadas a partir de óleos essenciais extraídos da biodiversidade brasileira. Ai, cada um pode chegar naquele cheiro que mais combina com o próprio estilo e ainda leva a escolha para casa.

Nos lounges e nos corredores

Lounge da Natura para criação de perfumes. Foto: Karina Conde.

A experiência da Natura não para por aí. Os convidados ainda experimentam maquiagem e ganham sombra e batom, já da coleção que só será comercializada a partir de setembro. O brinde é concorridíssimo. A marca preparou 4500 kits e, segundo a assessoria de imprensa, 80% das pessoas que visitam o lounge só querem mesmo ganhar um deles. E mais da metade delas são jornalistas.

Nos lounges e nos corredores

Brindes Natura. Foto: Karina Conde.

Passeando pelos corredores é possível estimular mais dois sentidos: a visão e o tato. Isso porque uma equipe de cinco pessoas circula fazendo uma tatuagem (de brincadeirinha) toda especial. O desenho que ilustra o tema da edição verão 2010 - um coração bem vermelho e uma faixa com a palavra “Passion” - virou arte na pele de muita gente. André Alves Lima, de 20 anos, é um desses tatuadores e contou que, numa noite, fez mais de 200 aplicações. “Eu já desfilei na passarela do SPFW. Hoje desfilo só pelos corredores”, brincou.


Mas a experiência sensorial não para por ai. Os convidados do lounge da Nova Schin, por exemplo, ganharam um CD todo especial, com as faixas exclusivas que fazem parte da playlist do bar FavelaChic, lá na França. O bar parisiense inspirou a instalação da Nova Schin, que tratou de reproduzí-lo em plena Bienal, com peças de madeira rústica e elementos da cultura brasileira misturados em composições irreverentes, e ainda deu a trilha certa. O CD, que pode também ser comprado no site do bar (www.favelachic.com), tem muito samba e MPB, com sotaque francês e brasileiro. Uma delícia de ouvir.

Por Sabrina Passos (MBPress)

Comente