Na casa de Wilson Ranieri

Na casa de Wilson Ranieri

Foto/Arquivo MBPress

A tapeçaria foi parte da inspiração de Wilson Ranieri. Talvez dê até para dizer que de uma forma geral a "casa" o influenciou, já que o cenário da sua passarela era a porta de entrada de uma casa e a impressão era que as modelos estivessem saindo de dentro delas.

Apesar de ser um desfile de inverno, alguém que não estivesse muito informado poderia confundir com uma coleção de verão. É que não faltaram decotes, alças e vestidos feitos de tecidos bem leves e cheios de movimento. O inverno só esteve bem marcado em algumas peças de tecido sintético em preto e mais fechadas.

[galeria]

A coleção foi toda apresentada nas cores cinza, rosê, chegando até o vermelho. O marrom foi até o nude. A tapeçaria apareceu bastante nas estampas que mantiveram as mesmas cores das peças lisas. Alfaiataria, assim como formas geométricas e as saias na altura do joelho, apareceu em vários momentos durante o desfile.


Destaque para a peça que na frente era uma calça, mas que atrás ganhava uma espécie de saia. O estilista parecia querer mesmo valorizar a parte de trás das peças, já que os vestidos tinham detalhes super diferentes. Enfeites da frente marcavam a cintura, já nas costas eram mais soltos e caídos, em detalhes cheios de cor.

Por Larissa Alvarez

Comente