Momentos pré-desfile

bastidores

Foto/Ana Laura Vassoler

Só entrando nas salas de desfiles para entender porque na maioria das vezes eles chegam a atrasar 30, 40 minutos ou até uma hora. Antes das portas se abrirem - nunca no horário que está no line-up - cenário, passarela e arquibancadas precisam estar em perfeita ordem. As assessorias de imprensa e organização das marcas elegem como está a disposição dos convidados e somente depois disso a entrada é liberada.

Cada uma das três salas de desfiles do prédio da bienal, localizado no Parque Ibirapuera, têm duas portas de entrada. Os fotógrafos tem acesso primeiro, à esquerda, porque precisam posicionar seus equipamentos. Depois é a vez dos convidados e imprensa, à direita.

Em desfiles menos badalados tudo acontece sem grandes surpresas. Mas quando há celebridades na passarela, o frisson gera tumulto e na maioria das vezes a entrada é disputadíssima. 

Já dentro da sala de desfile primeiro é preciso saber eleger um bom lugar. Arriscar sentar em nas primeiras fileiras sem convite é mico na certa - em poucos minutos, as assessorias pedem delicadamente para você se retirar. Só em momentos raríssimos, e com sorte, você é até convidado para sentar na fila A.

Antes de sentar-se é comum ver alguns brindes e a proposta do desfiles no bancos - geralmente alguns estilistas deixam um texto básico sobre a coleção. E quando você finalmente se acomoda basta olhara para frente e ver um batalhão de flashes e holofotes em cima de algum famoso.

Para acabar com o burburinho, uma voz lembra que todos devem estar em seus lugares para o show começar. Mas quando você olha para o outro lado, mais um rebuliço. Atriz? Político? Cantora? Papisa da Moda? 

As luzes se apagam e você imagina. Agora sim! #Sóquenão. Na escuridão, os fotógrafos aproveitam o momento para soltar o verbo, ou melhor, onomatopéias. Latidos, miados e sussurros para descontrair.


Por Juliana Lopes

Comente

Assuntos relacionados: moda fashion desfile fila a spfw 2011