Moda plus size na blogosfera

Moda iplus sizei na blogosfera

Blog “Young, Fat and Fabulous”

Cansada da ditadura da beleza, ela resolveu mostrar através do seu blog “Young, Fat and Fabulous”, Jovem, Gorda e Fabulosa, em inglês, (http://www.youngfatandfabulous.com/) que o mundo da moda ainda não fez as pazes com quem está acima do peso.

Com 22 anos e 100 quilos, Gabi Gregg já fez dez dietas, perdeu e ganhou peso e resolveu viver sem se importar com a balança. Ser uma gordinha saudável, buscando bons hábitos alimentares, mas sem perder o seu lado fashion.

Gabi faz da sua página um lugar para destacar a moda das gordinhas pelos Estados Unidos na blogosfera. Ela destaca mulheres comuns que mostram fotos de seus looks e ainda participam de uma pequena entrevista, sempre com conselhos para o o guarda-roupa das gordinhas.

Quando esteve em Nova Yorque, Gabi mostrou no seu diário virtual a coleção outono/inverno da Jibri's, no The Art of Fashion in New York. Nesta curta entrevista ao Vila Fashion, Gabi conta um pouco sobre a sua relação com moda plus size.

Por que você teve a ideia de fazer o blog?

Adoro moda e não encontrava algo na rede que falasse sobre roupas para gordinhas com as últimas tendências. Eu queria mostrar a outras mulheres jovens que elas podem ser gordinhas e fabulosas, sem precisar usar tamanhos menores para estar na moda. Eu não trabalho com moda é apenas um hobby. De vez em quando sou modelo para fotos de revistas e para o serviço de personal shopping.

Você tem dificuldade de encontrar roupas bacanas do seu tamanho no seu país?

Os designers simplesmente não fazem roupas nos nossos tamanhos. Na maioria das lojas, eles vão até no máximo 14 ou 16 (referente ao 48 e 50 aqui no Brasil). É como se a gente não existisse. E quem geralmente faz roupas do nosso tamanho sempre confecciona para mulheres mais velhas, nada muito moderno. Às vezes, a gente acha algumas peças nas lojas online, mas nunca nos locais físicos. Então nós temos que pagar pelo frete só para experimentá-las, em seguida, se elas não cabem ou não gostamos delas, temos de pagar para enviá-las de volta. Passei por Nova Iorque recentemente enquanto estava procurando emprego e vi ótimos lugares, como o Re-Dress, uma boutique que vende roupas tamanho grande estilo vintage, da Déb Malkin (http://www.redressnyc.com/).

Moda iplus sizei na blogosfera

http://www.redressnyc.com/

Qual é o conselho que você dá para as gordinhas, também para as brasileiras?

A discriminação acontece com todas as mulheres, em todo o mundo. Recebi muitos e-mails de mulheres brasileiras (Gabi foi entrevistada para o Jornal Hoje - TV Globo) falando que no Brasil os padrões de beleza são mais rígidos.


Acho que as mulheres em todos os lugares devem amar seus corpos, não importa do tamanho que são. Somos todas lindas e merecemos ser felizes!

Por Juliana Lopes

Comente