Moda plus size diz adeus às estampas bregas e cortes ultrapassados

Moda plus size sem estampas bregas

Foto/Divulgação Carmella Cloo Plus Size

É evidente a evolução das roupas de modelagens maiores nos últimos anos aqui no Brasil, a chamada moda plus size. Hoje, as mulheres com quilinhos a mais têm mais facilidade em encontrar peças maiores e, melhor, têm opções de modelos mais modernos e antenados com as tendências.

"A moda plus size era mais conservadora e tinha menos opções. Não ousava muito em tecidos, estampas e modelagens. Houve grandes mudanças e, dessa forma, é possível contar com coleções arrojadas. Atualmente, todo um seguimento da moda quer investir neste mercado", detalha Babi Monteiro, modelo brasiliense plus size.

Antes dessas mudanças havia um estereótipo de que as gordinhas eram mal vestidas. No entanto, olhando para trás, nota-se que a moda não as enxergava com consumidoras de tendências. Assim, restavam poucas alternativas que, de forma geral, seguiam um visual mais ultrapassado.

Babi conta que as mulheres não tinham escolha e acabavam vestindo o que tinha disponível para a venda. "Não valorizavam nas roupas as formas e cores, muito menos o que estava em voga na moda. Com isso, optávamos pelo que havia no mercado, mesmo não sendo de nosso gosto. Felizmente, isso não é mais a realidade."

Moda plus size sem estampas bregas

Foto/Divulgação Carmella Cloo Plus Size

Contudo, alguns resquícios ficaram. Mesmo o mercado enxergando as gordinhas como consumidoras que querem roupas modernas, ainda se insiste em estampas bregas. Por isso, é fundamental bom senso na escolha, sendo necessário respeito ao estilo e, sobretudo, ao formato do corpo.


"Acredito que o público da moda em geral passou a ser mais exigente. Logo, o plus size não ficou atrás e isso influenciou em toda essa evolução quando se fala em modelagens maiores. Somos mulheres que desejam se vestir bem e estamos correndo atrás disso. O mercado precisa valorizar todas as mulheres", ressalta a modelo.

O Fashion Weekend Plus Size, que aconteceu este mês, chegando ao seu terceiro ano, é uma grande conquista. "Minha expectativa é a melhor possível, pois a realização desse importante evento representa um direcionamento para esse público quanto às novas tendências de moda", conclui Babi.

Fernanda Oliveira (MBPress)

Comente