Moda festa com ar do passado

Vestidos vintage para festas

Modelito nude de Sarah Jessica Parker no tapete vermelho do baile beneficente do Metropolitan Museum of Art de 2010. Foto/divulgação

Por causa da preocupação com o meio-ambiente, da busca de um estilo mais individualista e do próprio sistema de reciclagem de ideias da indústria da moda de uns tempos para cá, vontades antigas vieram à tona.

Se antigamente olhávamos álbuns de nossas famílias e fazíamos piadas com vários dos looks encontrados nele, hoje estas imagens acabam servindo como despertadores de desejo e de inspiração. Especialmente na hora de montar aquele look de festa.

Mas sejam releituras, ou peças originalmente vintage, é preciso ter um pouco de atenção.

Os vestidos em tons claros e vaporosos da década de 20, assim como os acinturados super femininos de meados dos anos 50 são perfeitos para casamentos diurnos, especialmente quando em cores bem suaves.

Já os eventos noturnos podem ser frequentados com vestidos setentistas mais elegantes e glamourosos, como os modelos criados e consagrados por Halston.

Vestidos vintage para festas

Foto/Divulgação etsy

Vale lembrar que o vintage em excesso pode ficar caricato, então o cuidado com os acessórios é redobrado. Evite misturar muitos elementos retrôs no mesmo look - como vestido de cintura rebaixada com sapato boneca e colares de pérolas. Outra solução é pegar algumas referências antigas e atualizar com propostas de moda atuais, como usar uma saia longa de cintura marcada com uma blusa delicada floral, cujas formas remetem à outras épocas, mas fazer uma brincadeira de color blocking que é uma das propostas mais faladas da temporada.


Os acessórios podem ser neutros, ou o toque retrô em looks mais atemporais. Não se esqueça de caprichar no cabelo e na maquiagem - com o mesmo cuidado para não exagerar na referência!

Érica Minchin trabalha com pesquisa, criação e desenvolvimento de produtos em moda e ministra cursos e palestras sobre imagem e tendências. Ela ensina que aparência é a ferramenta de comunicação não-verbal mais poderosa e estimula explorar as melhores maneiras de fazer uso dela. Contato: contato@ericaminchin.com

Comente