Moda do Brás e do Bom Retiro

Moda do Brás e do Bom Retiro

Divulgação

Quem conhece São Paulo e adora comprar roupas, sabe bem que destino barato são as lojas que ficam nos bairros do Brás e do Bom Retiro. Juntos, eles reúnem uma infinidade de estabelecimentos que vendem todo tipo de roupa para consumidores de varejo e atacado. O preço baixo é o principal chamariz. Mas o livro "Na moda - Um outro olhar sobre o Brás e o Bom Retiro" (Yamato, 2009), mostra que se encontra muito mais do que economia na região.

A jornalista Yoo Na Kim, coreana radicada no Brasil, colocou em 100 páginas coloridas, informação, artigos e entrevistas de consultoras como Gloria Kalil e Costanza Pascolato, tudo para propor uma nova reflexão sobre a moda vinda desses bairros, além de um guia completo das lojas da região. "Existe muito preconceito e eu quero quebrar isso. Tudo tem dois lados. Muitas vezes a mídia mostra muito o lado ruim, com notícias sensacionalistas. Eu quero mostrar a realidade, o que realmente acontece no Brás e Bom Retiro".

O livro traz ainda histórias dos bastidores dos bairros que atraem revendedores dos quatro cantos do Brasil, fala do mercado atacadista e traz perfis de confecções de destaque. "No Brás e no Bom Retiro podemos encontrar ruas com lojas como as dos Jardins, não só na apresentação, mas também na qualidade. Além disso, os brasileiros estão fazendo suas vidas com dignidade nesta história".

Em entrevista ao Vila Fashion, Yoo Na contou um pouco mais sobre a pesquisa que fez. Melhor, contou sobre uma realidade que cresceu acompanhando.

Que outro olhar você propõe sobre o Brás e o Bom Retiro? O que você vê?

O livro mostra a história do Brás e do Bom Retiro, fotos de famílias de imigrantes que passaram nesses bairros, do encontro de artistas de teatro, além das histórias dos confeccionistas. Há alguns anos, o Brás e o Bom Retiro eram conhecidos como uma "25 de Março", com roupas baratas e sem qualidade. De uns tempos para cá, isso mudou e muito! Tenho orgulho em apresentar o trabalho feito nesses bairros porque muitos coreanos, a maior parte da comunidade coreana, está envolvida neste setor.

Muita gente acha que esses bairros têm roupa barata e de baixa qualidade. Isso é verdade?

Não, isso não é verdade! No Brás e no Bom Retiro você pode encontrar ruas com lojas bonitas, com confecções de qualidade e da última moda, como as lojas da Rua Oscar Freire [nos Jardins, em São Paulo], por exemplo. As peças que você encontra lá têm qualidade. Eu mesma, fazendo pesquisas, comprovei que as confecções trabalham com as melhores tecelagens do Brasil, além de importar tecidos de boa qualidade da Coreia. Tem confecções que trabalham com exclusividade, empresas de tecelagens grandes que desenvolvem pedidos especiais de acordo com o pedido da confecção. Os coreanos viajam todo ano com sua equipe de estilismo para Europa para pesquisar a tendência, e isso é muito rápido. Não podemos dizer que os coreanos copiam a moda de fora, mas sim trazem a tendência da última moda para vestir a mulher brasileira.

Moda do Brás e do Bom Retiro

A autora Yoo Na Kim e Ana Hickmann. Foto: divulgação.

É possível encontrar o ‘fashion’ nesses bairros? As lojas conseguem vender as tendências do mundo da moda, ou são ‘atrasados’?

O que você encontra no Brás e Bom Retiro é a última tendência em moda. Podemos até dizer que quem veste a última coleção lançada no Bom Retiro, está acompanhando a tendência atual. Como a própria Costanza falou [em entrevista a Yoo Na], os coreanos nunca estão atrasados em questão daquilo que está na moda - ou o que vai ser moda!

Que tipo de peças e roupas podem ser encontradas?

Tudo! Você encontra desde roupas para o dia-a-dia, esportiva, social e festa! Tudo por um preço muito abaixo que você encontra no shopping, por exemplo. Uma amiga comprou um vestido de festa por quase R$ 1000 no shopping e eu comprei um vestido no Bom Retiro por menos de R$ 200. Muitas lojas de shoppings revendem as roupas das confecções do Brás e Bom Retiro. Algumas só fabricam para essas lojas.


O que as pessoas podem encontrar no livro? Serve de guia?

Acho que este livro pode quebrar um pouco dos preconceitos que as pessoas podem ter do Brás e Bom Retiro e de seus produtos. Existem segredos e quero compartilhar as informações que tenho com outras pessoas. Junto com o livro vem um guia de lojas. Quero lançar outro no próximo ano e ajudar cada vez mais as mulheres!

Por Sabrina Passos (MBPress)

Comente