Minis de manga longa - aposte no Long Sleeve Dress!

Outono marca a chegada dos long sleeves

Vestido DTA, R$ 334. Foto: divulgação.

Goste ou não, eles estão por toda parte. Os vestidos curtos bem justinhos e de mangas longas, conhecidos como long sleeves, estão fazendo sucesso entre anônimas e famosas antenadas. De olho nas últimas tendências da moda, estrelas internacionais como Alexa Chung, Hayden Panettiere e Jennifer Aniston não perderam tempo e já foram clicadas exibindo o cobiçado modelito.

Aqui no Brasil, a peça que promete fazer sucesso nos dias mais frios, permite combinações bastante casuais e deve obedecer às tonalidades típicas da estação. "Prefira cores como bordô, roxo, verde musgo e todos os tons de cinza", sugere Bia Kawasaki, consultora de moda e personal stylist.

Mas sejamos sinceras: pelo fato de ser bem coladinho, o long sleeve é ideal para quem está com o corpinho em cima. E as felizardas que aderirem à moda devem ficar atentas ao decote, que varia de acordo com o tamanho do busto. "Os modelos de decote careca só poderão ser usados por mulheres com pouco busto. Já as com seios grandes devem usar o decote em ‘v’, assimétrico ou canoa. Os vestidinhos deverão ser evitados por mulheres com ‘pneuzinhos’, a menos que usem uma cinta por baixo", alerta a consultora.

Por se tratar de uma modelagem muito esportiva, o long sleeve não deve ser combinado com pérolas ou grandes joias. "Os acessórios deverão ser colares e correntes de prata ou bijoux mais descontraídas ou de madeira. Nos pés, abuse de botas de todos os formatos, de saltos finos até montaria, e de ankle boots", explica Bia. A equipe de estilo Lucy in the Sky, marca que comercializa long sleeves para jovens, sugere ainda a combinação do vestido com bolsas de mão.

Se o caimento for mais social, como um drapeado, por exemplo, os acessórios podem se bijoux com pedras brasileiras, mas sem exagero. "O long sleeve corresponde a uma peça de outono e não combina com rasteirinhas ou sandálias de tirinhas", alerta a personal stylist.

Outra produção interessante, sugerida pela consultora, é usar uma camisa com colarinho trabalhado por baixo do vestido. "Quando for usado sozinho, será indicado somente em situações mais descontraídas e esportivas: churrascos e atividades aos domingos em família. E também em atividades profissionais onde o traje casual é liberado", afirma Bia.

O modelito que vai integrar o guarda-roupa das mulheres pode ser levemente evasê na parte de baixo ou drapeado na cintura, no decote ou no recorte da saia. "Os tecidos mais comuns são malhas e tecidos hi-tech, sempre com grande porcentagem de elastano em sua composição", completa a personal stylist. Já a marca Lucy in the Sky produz long sleeves em renda,tecidos com brilho ou opacos e com muita textura, ideais para ocasiões noturnas, como baladas, coquetéis e festas.

[galeria]


Agora que você já sabe como combinar o vestido que deve dominar as ruas nos dias mais frios, escolha o modelo que melhor cai em seu corpo, seja prudente e criativa na hora de combinar os acessórios e arrase por aí!

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente