Looks x sapatos

Looks x sapatos

Foto: divulgação/ Vizzano Luxo

Eu sempre bato na tecla de como um detalhe pode melhorar um derrubar uma imagem e hoje não será diferente. Você monta a sua roupa inteira, faz uma combinação linda, com acessórios ótimos, mas deixa a desejar em um elemento fundamental: os sapatos.

As mulheres são apaixonadas por eles, sempre compram vários, e a maioria nunca acha que as dezenas de pares que possui são suficientes, mas muitas ainda derrapam na hora de combiná-los.

Não se preocupe! Algumas gafes mais comuns são fáceis de evitar. Por exemplo, a brasileira peca muito pela informalidade excessiva. Mesmo que uma propaganda tente te convencer do contrário, chinelos de borracha são apenas isso: chinelos. Isto posto, seu uso não é conveniente em festas e eventos noturnos que requeiram o mínimo de elaboração com relação ao visual.

Ainda sobre o excesso de informalidade, sou obrigada a abordar um divisor de opiniões: Crocs. Por mim, as pessoas maiores de 13 anos limitariam seu uso à sua casa, ou no máximo, à praia. Mas eu entendo que algumas pessoas gostam do modelo e não querem abrir mão do conforto que dizem proporcionar. Então gostaria de propor apenas algumas sugestões para que seu uso seja o mínimo inapropriado possível:

- Use sempre os dois crocs da mesma cor. Por incrível que pareça, eu já vi pessoas usando o par em cores diferentes por aí - e não me refiro só ao Dado Dolabella em algum reveillon de anos atrás.

- Seu uso é aceitável apenas em ambientes extremamente casuais e esportivos. Em ocasiões mais formais eles devem permanecer bem trancados no seu armário.

- Esteticamente falando, ficam melhores coordenados com calças mais largas ou shortinhos mais curtos, mas o resultado com leggings, skinnies e afins já não é o mesmo.

Sobre o uso de tênis, prefiro dizer apenas que alguns modelos foram feitos para a prática esportiva e não para transitar fora das academias ou do calçadão.

Se a informalidade é excessiva, a atenção às proporções às vezes é deixada de lado. Quando vestimos uma saia ou bermuda que cubra o corpo até o joelho, ou mesmo abaixo, botas, sandálias de tiras no tornozelo ou qualquer sapato fechado ou com gáspea mais alta só farão com que nossas pernas pareçam mais curtas e largas.

Outro equívoco recorrente é o uso de shortinhos curtos e justos e bem esportivos com sapatos de salto alto e em materiais mais elegantes. High-low é um dos temas mais falados em moda nos últimos anos, mas existe uma linha que não se pode cruzar. Quando você combina shortinhos jeans curtos e justos com scarpins de bico fino e salto 15, esta linha foi cruzada.


Mas às vezes o modelo é bonito, adequado ao corpo e à ocasião, em sintonia com o resto da roupa e o resultado ainda não é o esperado. A sutileza do problema pode estar no tamanho (número maior ou menor apenas porque o sapato era lindo) e o conforto (salto muito alto, material que corta e caleja o calcanhar) que comprometem o resultado, pois deixam o andar deselegante.

Érica Minchin trabalha com pesquisa, criação e desenvolvimento de produtos em moda e ministra cursos e palestras sobre imagem e tendências. Ela ensina que aparência é a ferramenta de comunicação não-verbal mais poderosa e estimula explorar as melhores maneiras de fazer uso dela. Contato: contato@ericaminchin.com

Comente