Kate Middleton - estilo high low com elegância

Kate Middleton

Foto/Reprodução Daily Mail

Depois de idas, vindas e muita especulação, Kate Middleton finalmente vai virar princesa. Desde então, fala-se muito sobre como será o vestido, quem irá criá-lo, que jóias complementarão e até o que irá usar na lua-de-mel.

Recentemente, aliás, o estilista Matthew Williamson twittou sobre o assunto e disse não compreender porque a excitação em torno das roupas da futura rainha da Inglaterra se ela não é nem uma fashionista.

Eu concordo em partes, porém entendo a curiosidade. Kate não só é a personificação das histórias que nos contavam na infância, mas também, de certa forma, é vista como a nova Diana.

Independente dos motivos, o fato é que, de repente, o interesse nas roupas da jovem ultrapassou o casamento e fez dela um ícone fashion. Ela não sai para cima e para baixo com uma Birkin e um Louboutin - suas roupas geralmente são clássicas e seguras; mas creio que, como sua sogra, ainda nos brindará com boas imagens.

Vale lembrar, inclusive, que Diana não tinha um closet tão exemplar no começo de seu casamento. Os Versaces e afins começaram a figurar com frequência em uma fase mais madura.

Mas se, atualmente, o furor em torno de Kate ainda não é justificado por figurinos excepcionais, dentro do que seu universo permite, ela é, sim, um ótimo exemplo a ser seguido. Especialmente em tempos em que consumo consciente é fundamental.

Muito antes de Michelle Obama surgir nas páginas de jornais e internet do mundo todo com seus modelitos high low, Kate já surgia coordenando peças de lojas de departamento com itens de marcas renomadas, não se esqueçam.


Além disso, ela não tem medo de repetir peças e ainda transformá-las quando necessário - vide o casaco antigo que mandou encurtar para seu primeiro evento oficial. Uma ótima prova de que elegância não se compra e que não são apenas as marcas caras que fabricam coisas boas.

Érica Minchin trabalha com pesquisa, criação e desenvolvimento de produtos em moda e ministra cursos e palestras sobre imagem e tendências. Ela ensina que aparência é a ferramenta de comunicação não-verbal mais poderosa e estimula explorar as melhores maneiras de fazer uso dela. Contato: contato@ericaminchin.com

Comente