Fashion Weekend Plus Size

Fashion Weekend Plus Size

Renata Poskus e Andrea Boschim. Foto: divulgação.

Graças a Lesley Hornby - atriz, cantora e modelo britânica conhecida como "Twiggy" (algo como graveto, em português) - e seus 43 quilos, a moda de ser magérrima para os desfiles teve início. Ela é considerada a primeira top model do mundo. O problema é que esse é um padrão quase andrógino não abrange a maior parte das mulheres. Para quebrá-lo, as brasileiras Andrea Boschim e Renata Poskus criaram o Fashion Weekend Plus Size.

Inspirado no Full Figured Fashion, que aconteceu em Nova York, em julho deste ano, o FWPS também quer fazer uma revolução na moda, mostrando que o mercado para gordinhas está em expansão - e que um evento de moda do tipo tem tanta qualidade quanto um desfile convencional. Especialmente pensando nas mulheres reais e mais cheinhas, o FWPS receberá em grande estilo modelos e lojistas interessados ou especializados em tamanho G - ou GG.

"Serão roupas bonitas, estampadas, nada de ‘roupa de vó’", brinca Renata, uma das idealizadoras do evento. "Hoje, gordinha não quer mais aquele pretinho básico. Ela tem que saber que também pode usar cor - saindo do padrão preto, azul e marrom, e lingerie, em cores diferentes de preto, branco e chocolate", completa.

Com o desfile, as meninas pretendem, além de incluir as mais cheinhas nos circuitos da moda, mostrar que a beleza está em todos os corpos. "Mais do que quebrar esse paradigma da beleza magra, é mostrar que a mulher gorda tem seu valor. E que o mercado já está preparado para aceitar essas gordinhas que estavam escondidas. Cada uma tem seu estilo e há roupas para tudo quanto é tipo de gosto", afirma Renata, jornalista e criadora do Blog Mulherão (http://mulherao.wordpress.com).

"Eu sempre quis ser feliz, mas não conseguia porque sempre queria me transformar naquilo que as pessoas desejavam: magricela, beirando a anorexia, feito capa de revista. Há alguns anos percebi que precisava dar um basta nessa situação e me aceitar do jeito que sou: voluptuosa e cheia de curvas. Me enchi de autoestima, percebi minhas qualidades, assumi minha beleza GG e decidi que nada nem ninguém ditaria a minha felicidade", conta. "Há um pré-conceito de que estar acima do peso está diretamente relacionado à falta de saúde, à falta de vaidade, ao sedentarismo. Esses não seriam bons exemplos a serem seguidos e a mídia busca referenciais. O que nós queremos mostrar é justamente o oposto disso tudo. Sou gordinha, mas cuido da minha alimentação, faço exames regulares, cuido da pele, do cabelo, das unhas, do cérebro, tenho um emprego, um marido, vida social, amigos", completa Andrea.

[galeria]

Juntas, as meninas querem deixar claro que ninguém tem que ficar se escondendo por não pertencer ao dito "padrão de beleza". "É tirar essa ideia de que gordinha está condenada a legging e camiseta para o resto da vida. É mostrar para os lojistas que eles podem investir e passem a oferecer esse tipo de roupa nas lojas. Somos um mercado com grande potencial de compra, temos dinheiro e queremos comprar", afirma Renata.

Até agora as grifes confirmadas são: Carlota, do Rio de Janeiro, Eveiza, de Fortaleza, Cia da Moda, Cláudia Blanco, Kauê e Janette Boutique, de São Paulo, Elegance e GG Sexy Lingerie, de Joinville e outras mais. O desfile contará ainda com a famosa modelo plus size Mayara Russi, uma das mais requisitadas no momento. "É mito que no Brasil não existem grifes GG com qualidade. O problema é que o espaço de divulgação deles só está crescendo agora. As grifes existem, estão cada vez mais atuais, mas ainda não são conhecidas por seu público alvo", observa Renata.

Serão 500 lugares ao todo, sendo 200 deles reservados a lojistas (tecidos, varejistas e atacadistas) e 200 outros para pagantes. Aos interessados, o ingresso começará a ser vendido apenas a partir do dia 2 de janeiro. O valor dos ingressos ainda está indefinido.


O desfile será realizado nos dias 23 e 24 de janeiro, logo após o São Paulo Fashion Week. O local escolhido foi a Casa das Caldeiras, em São Paulo. Mais informações podem ser encontradas no site do evento (www.fwps.com.br).

Por Tissiane Vicentin (MBPress)

Comente