Fashion Rio - moda inverno 2009

Fashion Rio  moda inverno 2009

Cauã Reymond para TNG e desfile Alessa / foto Marcio Madeira (Arquivo MBPress)

O Fashion Rio continua e, no seu segundo dia, surpreendeu a platéia. A primeira marca a desfilar foi a carioca Redley. E a passarela não foi em ambiente fechado. Os modelos desfilaram debaixo das árvores, no Parque da Tijuca. O calor castigou os modelos, mas não deixou de mostrar a consciência ecológica da marca. A coleção de inverno, inspirada na natureza, abusou das cores verde, marrom e ferrugem e trouxe tecidos sustentáveis, como o algodão de garrafa pet.

Desfile Redley

Desfile Redley / fotos Arquivo MBPress

Depois deles, o projeto Novo Designers colocou no Salão Ipanema as marcas Giulia Borges e Homem de Barro. Giulia trouxe índios americanos e cowboys para inspirar sua coleção. As estampas tribais e as botas, tudo com muita franja, traduziram a intenção da nova estilista.

Desfile Giulia Borges

Desfile Giulia Borges / foto Arquivo MBPress

Para a Homem de Barro, o “Menino do Dedo Verde” subiu ao palco. Tistu, famoso na literatura juvenil, fez a cabeça de Aline Rebelo, que transformou inspiração em calças de suspensórios, bonés de laços, vestidos estampados floridos e bermudas estreitas.

Desfile Homem de Barro

Desfile Homem de Barro / foto Arquivo MBPress

A grife mineira Coven trouxe a cavalaria para o mundo da moda. Modelos vestidas com calças de montaria e sapatos masculinos foram a inovação de Liliana Rebehy, que assina a coleção. Destaque para o tricô e para as estampas de cavalos. Eles estavam em vestidos, camisetas e casacos.

Desfile Coven  foto Arquivo MBPress

Desfile Coven / foto Arquivo MBPress

Mara MacDowel se inspirou nos Caminhos do Chá e explorou áreas como a China, a Índia e o Paquistão para criar suas peças de inverno. As calças da Mara Mac tem a cintura alta, marcada, e cintos que parecem faixas de quimono. A marca carioca inovou não só no estilo, como na forma de entrar na passarela. Primeiro, todas as modelos aparecerem em fila para só depois darem início ao desfile, que rolou num labirinto de pedras. A top Isabeli Fontana foi a estrela da grife, que apostou nas cores cinza, vermelho, marinho, off white e preto.

Desfile Mara Mac

Desfile Mara Mac / foto Arquivo MBPress

Mais tarde foi a vez do pernambucano Melk Z-da trazer outra inspiração da literatura. Dessa vez o Chapeleiro Maluco, de “Alice no País das Maravilhas” foi quem invadiu o mundo da moda. As ilustrações foram referência para os looks que foram vistos na passarela. Tecidos amassados, cortes inacabados e aplicações diferenciadas sempre são a marca de Melk. Ele apresentou vestidos curtos, shorts enrolados, rosas de organza enfeitando barras e muito mais. Os saltos são de Gabi Fonseca e os adereços de cabeça de Caio Vinícius.

Desfile MelkZda

Desfile Melk-Z-da / foto Arquivo MBPress

Alessandra Migani celebrou empolgada o desfile da coleção “O cravo e a rosa”. Flores como antúrios, rosas e buquês foram fotografados e viraram as estampas do inverno da Alessa. Além dos tecidos finos, como sedas e veludos, e da inspiração delicada, ela criou roupas soltas e transparentes, que deixam à mostra as meias floridas e os sapatos Oxford de renda.

Desfile Alessa

Desfile Alessa / fotos Marcio Madeira (Arquivo MBPress)

A última marca da noite de segunda-feira foi a TNG, esperada pela participação de Cauã Reymond, Mariana Weickert e Gianne Albertoni. O elenco de primeira mostrou roupas de qualidade e estilo, como os casaquinho com capuz, as pantalonas e o cardigã masculino, bem assimétrico.

Cauã Reymond e Gianne Albertoni no desfile TNG

Cauã Reymond e Gianne Albertoni no desfile TNG / fotos Marcio Madeira (Arquivo MBPress)

Cauã entrou com três looks, Mariana apareceu linda de vestido de malha e botas roxas e Gianne estava com um jeans estonado, que promete ser hit do inverno. Mesmo sem querer apresentar uma atitude sexy, no final do desfile da TNG, Mariana agradecia Tito Bessa Jr quando deixou o casaco abrir. Ela estava de meia-calça, mas sem calcinha.

Por Sabrina Passos (MBPress)

Comente