Fashion Rio: flores para o verão 2011

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Fashion Rio flores para o verão 2011

Desfile TNG/Agência FotoSite

Como sempre, a marca jovem TNG trouxe às passarelas do Fashion Rio o casal do momento na ficção. Desta vez, Carolina Dieckmann e Marcello Antony mostraram o verão jovem da marca, misto de coral e branco, com muitas estampas: xadrez, poá, listrados que estavam em sedas, viscoses e malhas. Já o jeans nesta coleção ganhou várias tonalidades, desde o azul até o black.

O momento "celebrity" não ficou por conta só dos atores globais. Na primeira fila estava o BBB Serginho que aproveitou os seus minutos de fama para causar aquele alvoroço de sempre antes dos desfiles.

E por falar em fila A, algo inesperado aconteceu com no desfile anterior. Na performance da OEstudio, uma pessoa vestida toda de branca e cabeça que imitava um cubo televisivo acompanhava os modelos seguidos por um cinegrafista. O conceito? Doenças terminais. Por isso modelos com looks pretos e brancos, tênis com solado verde. Na maquiagem um tom irônico, com direito a sobrancelhas arqueadas.

Mais delicada foi a coleção da Cavendish que trouxe a natureza às peças através de estampas florais, peixes coloridos e pássaros em silhuetas mais ajustadas. Os looks ganharam colares, pulseiras de madeira, chapéus de laise e escarpins coloridos.

[galeria]

Já a marca Filhas de Gaia só não trouxe elementos florais como também os cupcakes, docinhos que viraram febre nos chazinhos da tarde. No jardim, ou melhor, na passarela, não só apareceram insetos, como formiguinhas, aranhas ou besouros. A transparência, candidata a ser tendência, apareceu muito forte. Destaque também para os ombros estruturados, sapatos oxford, tules e anabelas.

Olé!

A dança também estará no verão 2011. Fora do Píer Mauá, onde acontece à maioria dos desfiles, a beachwear Blue Man preferiu o Teatro Glaucio Gil, em Copacabana, para mostrar toda a sensualidade do flamenco, com direito a bailarinas com castanholas.

Desfile que estava mais com cara de baile. O cantor Ney Matogrosso surgiu no meio da passarela cantando "Cuando Calienta el Sol". Inspirada nas dançarinas de Sevilha, cidade espanhola que fica ao sul da Espanha, em Andaluzia, a coleção ganhou desde lenços ciganos na cabeça, pulseiras, costas com decotes redondos e cintura marcada.


O espetáculo-desfile do pernambucano Melk Z-Da apresentou a rica cultura brasileira através das danças folclóricas, como o reizado (dança popular profano-religiosa de origem portuguesa) e a colorida marujada (popular no Pará e feita em louvor a São Benedito). Cheio de transparência, até nas calças, o desfile teve cintura marcada, brilho, e mais uma vez as flores. Destaque para os volumes nas golas e mangas, além de muitas formas geométricas.

Por Juliana Lopes

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente