Espaço para mini-fashionistas

Espaço para minifashionistas

Divulgação/ Pampili

Quem disse que criança não se interessa por moda? As meninas, em especial, podem contar com grifes que pensam no que elas gostam de vestir, desenham tudo com base em tendências mundiais e criam peças que dão inveja a muita crescidinha por aí.

E o que dizer das lojas projetadas para essas mini-fashionistas? A marca de calçados Pampili, que vende em 19 estados brasileiros, resolveu apostar nesse público que adora ser mimado com moda e bom gosto. Tanto que esse mês inaugurou dois ‘espaços conceito’, na capital paulista.

A idéia dos espaços é que eles sejam vitrines da marca - que não possuía lojas próprias. O projeto partiu da referência “quarto de menina”, pois a proposta é que a consumidora não vá à loja apenas para comprar, mas para viver uma experiência especial, de princesa mesmo.

Espaço para minifashionistas

Divulgação/ Pampili

Os espaços - nos Shoppings Morumbi e Anália Franco - fazem com que a menina se sinta em casa. E tudo gira em torno do universo das meninas: as cores, as vontades, os desenhos e claro, os produtos! A vitrine conceitual diz tudo.


A loja tem projeto assinado pelo arquiteto Manoel Alves Lima e conta com a consultoria de Celina Kochen, que acumula em sua cartela de clientes marcas do peso da Forum, Capodarte e Animale.

Por Sabrina Passos (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: compras moda filhos crianças meninas