Como usar moda inverno nas regiões quentes do Brasil

A Vilamiga Aléia Araujo me mandou um e-mail com uma listinha de dúvidas e sugestões para serem abordadas por aqui que eu adorei! A primeira delas será meu tema de hoje: como usar a moda outono/inverno em regiões quentes do Brasil?

Na hora que li a pergunta me veio à cabeça um modelo de Jefferson Kulig da coleção de outono/inverno desfilada em janeiro no SPFW. Antes do desfile, tive o prazer de visitar o backstage e escutar uma explicação do Jefferson falando dos pontos altos da coleção e um deles era justamente uma estampa digital de maxitricot. A idéia era que, desta forma, as mulheres que vivem em regiões mais quentes pudessem usar a "tendência" de uma forma ainda adequada ao seu clima. (Confira o look na foto abaixo)

Esta é uma forma divertida de se usar uma proposta de moda saindo do óbvio e adaptada ao clima, mas existem outras. Um jeitinho fácil de atualizar o guarda-roupas é investir nas cores e estampas que estão em alta na temporada.

Procurar versões em materiais mais leves das peças-chave também ajuda. O militarismo, por exemplo, veio com tudo nesta estação, mas ao invés de investir num casaco super pesado que não vai ter utilidade, por quê não procurar um camisão com a mesma cor e inspiração, porém mais fresco?

Como usar moda inverno nas regiões quentes do Bras

Estampa digital de maxitricot no desfile de Jefferson Kulig. Foto: divulgação.


Outros aliados importantes são os acessórios. Além de transformar os looks mais básicos, como eu vivo dizendo, também podem ajudar nesse caso, pois dão aquele up no visual sem interferir na temperatura do corpo. Cintos, correntes, colares, brincos, anéis, lenços, bolsas e sapatos, além de tudo, podem ser um jeito mais barato e mais versátil para ficar "na moda".

Érica Minchin trabalha com pesquisa, criação e desenvolvimento de produtos em moda e ministra cursos e palestras sobre imagem e tendências. Ela ensina que aparência é a ferramenta de comunicação não-verbal mais poderosa e estimula explorar as melhores maneiras de fazer uso dela. Contato: contato@ericaminchin.com

Comente