Cavalera

Cavalera

Foto - Arquivo/MBPress

Hoje, na 25ª edição do São Paulo Fashion Week, a Cavalera contrastou bastante com o desfile de Reinaldo Lourenço. Quem conhece a grife sabe do seu estilo visionário. Com Marcelo Sommer na criação desde setembro de 2007, o desfile parecia um grande palco de show de mágica.

Ao fundo da passarela, três modelos deitadas que simulavam estar flutuando abriram a coleção surrealista e animada, inspirada no Dadaísmo. A platéia pode observar muito brilho e a cor verde como predominante. O bordado e a alfaiataria deram vida aos vestidos, shorts curtinhos, macacões e jaquetas da Cavalera.

Já o estilista Reinaldo Lourenço escolheu a antiga arquitetura da Fundação Armando Álvares Penteado para expor as peças de sua coleção Primavera/Verão 2009.

Inspirado em bonecas de porcelana, o estilista Reinaldo Lourenço abusou do branco, azul, salmão e bronze. Vestidos e tubinhos até o joelho com a cintura marcada, calças largas e saias armadas foram muito bem representadas por tressê vasado de cetim. A leveza dos tecidos mais finos colaborou para deixar as roupas como um quarto de menina, delicado e jovial. Ao invés de tachas e da tendência ao “punk” do estilista, entraram na passarela pérolas e botões, todos muito delicados.

Fonte - MBPress

Comente