As gueixas da Patachou

As gueixas da Patachou

Desfile Patachou. Foto: Patachou

A consultora de moda Bia Kawasaki viu tudo o que rolou no Fashion Rio e fala do desfile da Patachou:

Com inspiração oriental e sob a tutela de Sandra Pires e Luiz Stangherlin, a Patachou apresentou uma coleção de inverno fresca. As modelos pisavam delicadamente sob sandálias de tiras finas (no inverno!) e salto agulha trajando vestidos e blusas inspirados em kimonos japoneses e conjuntos de camisões de seda com gola alta e reta acompanhados por calças retas e soltas lembravam os saris indonesianos.

As gueixas da Patachou

Bia Kawasaki. Foto Divulgação

O tom brilhante da cartela de cores dourada, prata, preto, vermelho pitanga, amarelo ouro, ocre e ameixa deram vida aos tecidos tecnológicos que imitavam perfeitamente o zibeline, o cetim, a seda e o tafetá, dando ares de noite à coleção.


A modelagem assimétrica de saias mais curtas e arredondadas na frente em profundas fendas e, em contraponto, mais longas atrás, acompanharam blusas oversized, acinturadas por faixas largas e outras vezes muito soltas ao corpo com mangas morcego curtas 3/4, mangas trapézio 2/3 e decotes (redondos e retangulares) que se convertiam em palas interteladas nas costas.

O brilho também apareceu nos decotes e nos barrados bordados em paetê, nas estampas bambu vermelhos e preto e, coincidência ou não, os tecidos emborrachados também estiveram presentes nesta coleção.

Comente