4 melhores museus da moda

4 melhores museus da moda

Museu da Moda de Canela - todo acervo é da estilista Milka Wolff, ela pesquisou e organizou a exposição de peças feitas à mão que datam de 2000 aC até 1709 dC, quando foi criada a primeira máquina de costura, além de peças contemporâneas. Foto/Divulgação

Uma forma super bacana de fazer um mergulho no passado é visitando museus. Há centenas deles espalhados pelo mundo e com diferentes tipos de acervos. Os mais tradicionais são os que contam a história de um país e da arte moderna. No entanto, quem é apaixonada pelo mundo fashion ou é estudante de moda, não pode deixar de fazer uma visitinha a alguns museus que retratam a história da evolução do corte e costura.

Para lhe ajudar a decidir o roteiro, o Vila Mulher consultou Juliana Porto, professora de Moda da Sigbol Fashion que selecionou quatro paradas obrigatórias no Brasil e no mundo. Acompanhe:

MUM (Museu da Moda, Canela - RS)

Por meio de um acervo com 150 peças, o Museu da Moda conta a história de quatro mil anos de moda. Ele fica localizado em Canela, no Rio Grande do Sul, e é o resultado do trabalho da estilista Milka Wolff. Ela pesquisou e organizou a exposição de peças feitas à mão que datam de 2000 a.C. até 1709 d.C, quando foi criada a primeira máquina de costura, além de peças contemporâneas.

Também podem ser vistos utensílios usados para a confecção de peças do vestuário produzidas em vários países. E ao visitá-lo você encontrará a exposição do vestuário de diversas épocas como a Idade Média, Renascimento, Belle Époque, dos século XX e XXI.

O museu também conta com exposições temporárias e um espaço informatizado onde os visitantes têm acesso a todo o histórico do acervo.

4 melhores museus da moda

Museu MoMu (Bélgica) – exposição "Madame Grès - Sculptural Fashion" que permanece até 10 de fevereiro de 2013

MoMu (Mode Museum - Bélgica)

Localizado na Antuérpia, Belgica, o MoMu é visita obrigatória para quem gosta de moda e vai viajar para a Europa. Ele fica ao lado de uma das escolas mais importantes de moda no mundo, a Royal Academy of Arts. O prédio que abriga o museu foi construído no século XIX e chama a atenção dos visitantes.

O MoMu tem um acervo com mais de 25 mil peças contando a história da moda desde o século XVI até os dias atuais, com a presença de trabalhos de estilistas contemporâneos. Além do acervo, o museu apresenta exposições temporárias mostrando peças de estilistas históricos e atuais.

4 melhores museus da moda

Museu Victoria and Albert Museum (Londres) – sapatos londrinos, típicos de 1800, fazem parte do acervo.

Victoria and Albert Museum (Londres)

Fundado em Londres no ano de 1852, o Victoria and Albert Museum foi inaugurado com o intuito de inspirar artistas da época. Atualmente pode ser considerado o maior museu de artes decorativas e design.

Com um acervo de mais de 4,5 milhões de peças, mostra a história de 5.000 anos de arte. Além disso, possui um departamento sobre moda que conta com uma coleção de trajes e acessórios do século XVII até os dias atuais, mas com foco na moda dos grandes centros da Europa.

Dentro do setor de moda podem ser vistas exposições sobre vestidos de casamento, figurino no cinema, desenho e ilustração de moda, história da moda e moda contemporânea.

4 melhores museus da moda

MET (Metropolitan Museum of Art – Nova York) – Traje francês de Charles Frederick do final de 1800

MET (Metropolitan Museum of Art - Nova York)

O Metropolitan Museum of Art, em Nova York, foi inaugurado em fevereiro de 1872 e hoje é considerado o maior museu de arte dos Estados Unidos. Ele conta com 19 departamentos e mais de dois milhões de obras. E dentro desses 19 departamentos, o Costume Institute é o que concentra o acervo de moda do museu.


O espaço possui cerca de 35 mil itens entre trajes e acessórios históricos e atuais. Além do acervo, todos os anos o museu apresenta exposições temporárias organizadas em torno de estilistas como Yves Saint Laurent, Gianni Versace, Chanel e Alexander McQueen e também sobre ícones de moda como Jacqueline Kennedy Onassis.

Por Stefane Braga (MBPress)

Comente