Renata Meirelles - acessórios ou objetos de arte?

Renata Meirelles  acessórios ou objetos de arte

Foto/Divulgação

Moda e arte são conceitos que andam juntos - tão juntos que, muitas vezes, fica difícil definir quem é quem. É o caso das obras de Renata Meirelles, uma artista plástica que faz acessórios que podem ser, por exemplo, pendurados em uma parede. Ou seriam peças de decoração que podem ser xales?

Ela explica: "Muita gente fala que pendura a peça que vai usar na parede, usa como um objeto de decoração e depois coloca no corpo. Não é tão certinho. Onde está a linha divisória entre o que você põe no corpo, na parede ou na janela? Tudo pode ser um xale! Meu produto tem isso, cada pessoa usa de um jeito. Não vem com manual de instruções".

As peças - sejam xales, cordões ou cortinas - são feitas com o uso de técnicas de recortes feitos a laser e termoadesivagem (também usadas em sutiãs sem costura), cujos resultados são tramas vazadas, feitas em tecidos como tafetá, crepe e microfibra.

[galeria]

Renata, que já ganhou menção honrosa no Museu da Casa Brasileira e teve peças expostas no MoMA (The Museum of Modern Art) e no Museu de Arte Têxtil de Toronto, sempre trabalhou com desenvolvimento de produtos para arquitetura e recorte a laser no aço. Depois começou a fazê-los no papel e, então, passou para o tecido.

"Quando lancei [uma coleção para a Paralela, uma feira de design], fui vista por alguns curadores de museus internacionais que gostaram do produto por ter um desenho diferente e ser sustentável, já que aproveito todo o corte, além de integrar o artesanal com o industrial", conta a designer.

Ela conta que o trabalho é mais orgânico do que parece: "Sou do tempo de quem faz o desenho. Eu não desenho direto no computador, sempre tem uma folha que eu já escaneei, um recorte com tesoura. É uma coisa bem manual ou uma peça da natureza que depois se torna um desenho virtual".

"O padrão do recorte, apesar de fazer um pattern [estampa], é bem orgânico, não obedece a uma coisa de computador, tão matemática. Tem essa coisa do acaso, da mão, do gesto, não fica uma estampa tão dura", completa.

Na lista de inspirações da artista, encontramos arte, arquitetura, moda... "Na verdade, acho que é o cotidiano, pois viajo muito, vou ver muitas exposições, tenho contato com a natureza, que sempre é uma inspiração", comenta a artista plástica.

Embora suas peças tenham certo ar "it", não é exatamente isso que Renata quer. "Não acho que tenha e nem quero dar essa conotação. É um trabalho artístico, com alma. Elas utilizam de uma técnica industrial, mas são concebidas, tem a coisa da criação. Não gosto de colocar em gavetas".

Porém, ao observarmos, não temos dúvida: é arte. Ou, para Renata, depende de quem observa. "Você pode achar que é um pedaço de pano recortado. Tem uma coisa inusitada, da perfeição do corte a laser, mas, ao mesmo tempo, é o artístico junto ao industrial. Na verdade, é uma busca de explorar as possibilidades do tecido, da moda, casa, jardim".

Além das peças com cara de acessório (embora a artista prefira não classificá-las como objeto de decoração ou vestuário), Renata também desenvolve projetos de decoração, como um painel de sete metros para a Bienal Brasileira de Design, em Curitiba.


"A minha linha tem mais de 350 peças, porque trabalho com colares, echarpes, xales, cortinas. Já fiz de gargantilhas até uma divisória de sete metros. E não repito, são peças bem exclusivas". Assim, o preço também varia bastante: de R$ 100 até R$ 5.000, aproximadamente.

Renata explica que não é apenas o projeto que conta na hora de cobrar, mas também o tempo de corte da peça. Ou seja, uma peça simples pode ser linda e mais barata que as demais.

Para adquirir alguma peça de Renata, basta procurá-la em seu ateliê, na Vila Madalena (São Paulo). Além dos acessórios, Renata também faz projetos para casa e jardim. Ou o lenço que vira decoração, decoração que vira lenço...

Serviço:

Ateliê Renata Meirelles

Rua Epeira, 317 - Alto de Pinheiros - São Paulo

rm@rmdesign.com.br

(11) 3032-0077

Por Ana Paula de Araujo (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: moda fashion