Noivas: véu ou acessórios?

Noivas véu ou acessórios

Hair: Mônica Casado Fios de Cabelo. Make up: Sandra Alves Fios de Cabelo. Foto: Gustavo Boroni

Flores, garras, mantilhas, coroas, como brilho ou não. Se não bastasse a difícil escolha do vestido também é preciso saber combiná-lo com o acessório do cabelo. O véu tradicional ainda reina em algumas cerimônias mais aos poucos ele está mudando. Agora são feitos de tecidos mais leves, mesmo os longos, que ganham simples bordados para combinar com o vestido.

"O véu fica muito bem para cerimônia à tarde e à noite, mas, se o vestido é um modelo muito elaborado, o interessante é colocar um véu com poucas camadas para não esconder. À noite também fica muito bem um véu super longo, pois enriquece o visual da noiva", opina a estilista Maria Zeli. Véus curtinhos, menos sérios e mais charmosos, de no máximo dois metros e meio de comprimento são indicados para casamentos de manhã ou a tarde, principalmente em cerimônias ao ar livre.

Os cabelos geralmente ficam presos, algo mais chique e elegante, entretanto isso não chega a ser uma regra, alguns penteados soltos com véus super leves podem ser usados somente na cerimônia e retirados na festa. Para a estilista, os cabelos soltos só não devem cair na testa ou no rosto. "Com eles, a noiva ainda pode usar coroa ou garra". Já Mônica Casado, hairstylist especialista em casamentos, indica tiaras e faixas na altura da testa, uma tendência.

"Nos penteados soltos ou presos, o véu pode ser usado, sendo que no penteado solto o véu parte sempre do topo da cabeça por cima do cabelo sendo arrematado pelos acessórios. Já nos presos, ele geralmente é colocado por baixo do cabelo dando ênfase nos detalhes elaborados nos penteados e acessórios", explica a diretora do salão Fios de Cabelo.

Quando o véu está na altura dos ombros ou cotovelos geralmente combina com todos os tipos de vestidos, os maiores até a ponta do dedo da noiva só não ficam bem com modelos acima dos tornozelos. Os longos e sofisticados chamados de véu catedral ficam para as cerimônias formais e noturnas, em ambientes fechados. O importante é fazer várias camadas e tirar a mais comprida na festa. "Acredito que não existe uma tendência para véus, o que existe é o perfil do casamento e o estilo em que a noiva deseja se apresentar em seu casamento", acrescenta Casado.

Na hora da escolher o seu também vale o equilíbrio: quanto mais detalhes tiver o vestido, mais simples e discreto deverá ser o véu.

[galeria]

Acessórios

Se você quer fugir do véu tradicional, veja a opinião dos profissionais para combinar garras, coroas ou flores.

Em quais tipos de penteados as flores combinam?

Estilista Maria Zeli: as flores para cerimônias de manhã ou à tarde vão muito bem! Elas podem ser pequenas, entremeadas nos detalhes do cabelo ou em tranças volumosas. Na parte da manhã, uma cabeça com guirlanda de flores naturais fica muito bem. Outra maneira de enriquecer o visual da noiva é colocar uma ou duas flores bem na lateral da cabeça, posicionadas atrás da orelha. A flor por cima do véu com cordões caindo também fica lindo!

Hairstylist Mônica Casado: as flores são muito bem vindas em cabelos presos com cachos que proporcionam um ar de romantismo. Se forem naturais podem ser espalhadas pelos cabelos cacheados e soltos o que dispensa o uso do véu, sendo ideal para o período diurno. Combinam com vestidos de renda renascença com recortes e decotes sensuais.

Estilista Rosi Ileska: elas combinam com vestidos de tecidos leves, entre eles, gazar, tule e musseline, além de rendas tipo chantily. Tule de algodão também é uma ótima opção.

Mantilha ainda é usada?

Estilista Maria Zeli: a mantilha sofistica o traje da noiva. Ela pode ser curta ou bem longa, com aplicações da renda do vestido ou só com acabamento de renda ao redor dela. Prender o cabelo é a indicação.

Hairstylist Mônica Casado: a mantilha hoje em dia é pouco usada, isto não significa que esta fora de moda, ela pede vestidos tradicionais e conservadores. Ela fica bem em penteados clássicos e limpos como coques.

Estilista Rosi Ileska: a mantilha é um véu com renda extremamente romântico tradicional e nobre, sempre será usado desde que o estilo do vestido combine com este elemento.

Garras e coroas, como usar sem errar?

Estilista Maria Zeli: elas enriquecem o penteado contribuindo como um todo para o sucesso do "look" da noiva. Lembrando que estes adereços complementados com véu longo ou curto dão um toque de glamour ao visual da noiva.

Hairstylist Mônica Casado: Hoje em dia as noivas pedem algo mais personalizado, onde o acessório é criado para ela. Usam-se as garras, porém com designer novo, já as coroas não estão em alta. Raramente se combina coroa com véu, só algumas que pedem coroas em forma de jóia com véus bem compridos.


Para festas à noite, quais são acessórios são os mais indicados?

Estilista Rosi Ileska: é importante lembrar que eles vêm em segundo plano, pois o cabelo escolhido é o elemento de maior atenção. Ele define e valoriza os traços da noiva. Em segundo plano está a escolha dos acessórios que deve respeitar os detalhes do vestido e a leitura da festa. Quem gosta do contrário, casar de dia na praia, por exemplo, pode usar flores artificiais ou naturais, além de elementos rústicos integrados com a decoração da festa.

Por Juliana Lopes

Comente