Museu Virtual de Sapatos

Museu Virtual de Sapatos

Nike de Porcelana/Rieêlle Beekmans

Não se sabe por qual motivo as mulheres se encantam ao ver uma vitrine de sapatos. Talvez porque eles fazem verdadeiras transformações nos looks, e não importa se você engordou um pouquinho. Uma das apaixonadas pelos pares é a americana Lisa Snook, que há 25 anos coleciona não só sapatos, mas também muitas imagens e anúncios deles, além de livros de calçados, "shoevenirs", modelos de diferentes culturas e centenas de pares da Barbie, todos reunidos na sua casa.

"Nunca houve um espaço suficiente para mostrar boa parte do que eu coletei em exposições. Por isso tive a ideia de lançar o Museu Virtual de Sapatos, com toda a gama de possibilidades que o ambiente digital pode proporcionar", conta ao Vila Fashion.

A ideia de montar o museu virtual foi em 2004, quando ela buscou ajuda de outros designers, fotógrafos e editores da área, que encaminharam várias fotos de pares. Com a ajuda de Taco Zwaanswijk, designer multimídia, ela conseguiu organizar 1.200 imagens de forma bastante fácil, de dar inveja a muito arquiteto de informação.

As categorias são divididas por cores, estilos, designer, material, com direito a vários clássicos como o de Vivienne Westwood, do Museu Victoria and Albert, de 1993, usado por Naomi Campbell, quando ela caiu da passarela. "É o meu favorito. O salto e a plataforma são perfeitos. Além de modelos de designer renomados como Christian Louboutin, há imagens de esculturas com vários materiais e tamanhos. Também abrimos espaço para designer e artistas no início de carreira, filtramos o que está de acordo com o site e publicamos", conta.

[galeria]

O acervo que está no museu virtual também serve de base para exposições, calendários e livros de calçados. Mas Lisa pretende aproveitar melhor o que já conseguiu reunir. Atualmente, Lisa tem uma loja própria de livros sobre sapatos na Amazon.com, mas pretende incluir sapatos também.


Cheia de planos para o futuro, ela afirma que em breve os visitantes do museu virtual poderão ter um próprio espaço com os modelos favoritos e ainda assistir vídeos com designers e colecionadores de tênis. "Também criar uma exibição virtual com sapatos feitos por artistas e designers não tão conhecidos e reunir tudo com um livro. E, claro, nunca perder a paixão por um par quando estou em uma loja física", finaliza.

Por Juliana Lopes

Comente

Assuntos relacionados: moda fashion sapatos