Manequim customizado - atração à parte nas vitrines

Manequins customizados  atrações à parte nas vitri

Foto/Divulgação

Falamos muito de roupas, acessórios, tendências. Mas como expor tudo isso? Tão importante quanto o produto é a forma como ele é mostrado ao consumidor, que pode tornar uma peça muito mais atrativa.

Sendo assim, o bom manequim é aquele que faz a roupa se destacar, mesmo sendo, digamos, chamativo - isso porque cada vez mais se investe em novos materiais, como fibra de carbono, plásticos reforçado e de engenharia.

"Clientes, que procuram manequins diferenciados, sabem que este investimento tem alto retorno. Por exemplo, uma marca que inova em design e materiais, demonstra isso usando um manequim em fibra de carbono, que remete imediatamente à tecnologia", ilustra Marcos Andrade, diretor da Expor Manequins.

Para o diretor da fabricante de expositores, a vitrine deve ser coerente com o estilo da loja e de seus consumidores. "A boa técnica da vitrine é aquela que passa o conceito da marca, criando uma história que envolva o cliente em seus valores e ambiente, cada manequim para sua 'tribo'. Uma moda mais ousada requer manequins mais ousados para casar com a proposta do criador e, ainda assim, ele é o coadjuvante para que a roupa brilhe e venda", explica.

Tomamos como exemplo a loja Emme, voltada a garotas mais cool e estilosas, usa manequins parecidas com suas clientes, com cabelos ousados e combinações de roupas que espelham o perfil das compradoras (além da decoração, que é o must da loja). Já a C&A, usa manequins coloridos nas sessões adultas e, nas infantil e adolescente, abusa dos engraçadinhos - os expositores de plástico ganham cores e expressões faciais caricatas - para chamar atenção dos pequenos. Seguindo esse padrão, a loja infantil Casa das Três Meninas também aposta na diversão dos pequenos, usando manequins que parecem estar fazendo uma grande folia.

Outro (ótimo) exemplo é o da rede Fast Fashion Zara que, em 2008, se inspirou na It-girl britânica Agyness Deyn para uma coleção de manequins, cujas posições eram tão maluquinhas quanto as da musa inspiradora.

[galeria]

O poder da vitrine

Segundo Marcos, uma vitrine bem elaborada pode aumentar em até 60% as vendas de uma loja, já que amplia consideravelmente sua visibilidade.


"A vitrine é o grande chamariz da loja de moda. Deve ser sempre bem planejada e, principalmente, ter dinamismo. Não pode virar paisagem, assim o cliente sempre encontrará novidades". E dá dicas: "O ideal é mudar a vitrine a cada 15 dias e passar a mensagem da loja para seu público. O manequim é peça fundamental nesta tarefa, nada expõe melhor a moda e cria a atmosfera para contar a proposta da marca."

Por Ana Paula de Araujo (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: moda fashion manequins vitrines expor manequins