Chapéus: combine com o seu look sem errar

Chapéus

Desfile Cantão (Modelo Panamá) e Desfile Maria Bonita Extra (Modelo Coco)

O que seria de Madona sem o seu famoso quepe nos anos 80? E Indiana Jones? Seu estilo não estaria completo sem o chapéu estilo caçador. Pois é, esse acessório fez história e continua como item indispensável para muitos famosos.

O que antes ficava restrito aos homens, entre militares, também na moda da aristocracia, aos poucos ganhou espaço entre as mulheres. Não há como esquecer o estilo anos 20 e 30, que fizeram a cabeça das mulheres. Recentemente, a atriz Angelina Jolie, em A Troca, mostrou que o modelo ressalta ainda mais seus lábios volumosos e vermelhos.

Sombrero (México), Panamá (fabricado no Equador e bastante usado por Santos Dummont e Tom Jobim), além das boinas foram ganhando aos poucos novas formas. O modelo retrô (facilmente encontrado em brechós) está em várias baladas. Já o cowboy, em formatos mais suaves, é usado de dia e neste verão reinou nas praias.

Nas últimas edições do São Paulo Fashion Week, os modelos mais famosos foram o fedora (de feltro, com ar mais masculino) e panamá, perfeito para combinar com vestidinhos e roupas mais leves. O modelo coco esteve no desfile da Maria Bonita Extra, coleção outono/inverno, aliás, uma das promessas para a próxima estação. Já o estilo velho oeste combinou com os looks da Ellus 2nd Floor.

"Eu não diria que chapéus fazem parte do inverno ou verão, mas da necessidade. O acessório valoriza o visual com um toque de sofisticação e protege a cabeça e o rosto dos raios nocivos do sol e do frio - proteção fashion", ressalta Paulo Zakia, diretor da empresa Chapéus Cury, fabricante do modelo que Harrison Ford usou no filme.

Na dúvida antes de escolher o melhor modelo? A simplicidade sempre é bem-vinda. Ele por si só já chama atenção, então evite muitos acessórios e roupas sem brilho. Quem tem rostos maiores e mais redondos deve evitar chapeuzinhos e boinas apertadas.

Chapéus

Chapéus (modelo anos 20 e de palha) Exposição “Tirando o Chapéu”

E não fique preocupada em combinar a cor do chapéu com as roupas. É exatamente o contraste, ou então a combinação dos tons, que dão graça ao look, mas sempre com bom senso. Cores parecidas com o tom do cabelo deixam o ar mais discreto. As cores neutras combinam com tudo e não chamam muita atenção.

Para disfarçar rostos mais redondos aposte nos modelos geométricos, o contrário vale para quem tem traços quadrados. Cabelos longos ou presos combinam com chapéus com abas, já boinas e bonés


Quem gosta de usá-lo e tem esse acessório como um dos preferidos confere várias idéias de modelos na exposição “Tirando o Chapéu”. Mais de 30 modelos de origem italiana e francesa, alguns datados do século passado, e réplicas dos modelos usados por Papa João Paulo II em suas visitas ao Brasil, estão no Shopping Taboão (São Paulo), até 30 de março. Endereço: Rodovia Régis Bittencourt, km 271,5 - Taboão da Serra. A entrada é gratuita.

Por Juliana Lopes

Comente