Certo e Errado dos famosos!

Certo e Errado dos famosos

Carol Castro

Celebridade adora um acessório. Se a estação for o verão, então... Nessa época, famosos adoram abusar das cores, chapéus, bolsas e lenços. Quem fica de olho no estilo das estrelas pode até tentar imitar, sem medo. Ou usar as dicas da professora de estilo Juliana Verri, da Escola de Moda Sigbol Fashion, para preparar um look todo seu. Ela analisou os detalhes de alguns famosos e explica como cada um acertou (ou errou).

Carol Castro

“O chapéu feito de palha remete a temas praianos, por isso a roupa a ser usada também entrou nesse clima. Porém o tamanho do chapéu foi um pouco exagerado para esta combinação e tirou um pouco da delicadeza.”

Certo e Errado dos famosos

Suzana Vieira e Elba Ramalho

Susana Vieira

“A estampa do vestido é bem chamativa, assim como a da bolsa. As peças não conversam; ou o vestido ou a bolsa estampada. A modelagem volumosa do vestido também não colaborou.”

Elba Ramalho

“O visual está bem composto, o fundo branco do vestido deu destaque ao colar colorido, que está no comprimento ideal (até a cintura) e afina a silhueta. Porém, o colar está sobre o principal detalhe do vestido, que são babados e dos grandes.”

Certo e Errado dos famosos

Ingrid Guimarães (em cima), Junior Lima e Sandy

Ingrid Guimarães

“As cores estão lindas, mas a atriz pecou no volume. Tanto a bolsa quanto o vestido dão volume à área da cintura exageradamente. Para modelos de bolsa como este, use um vestido mais sequinho na cintura para equilibrar o visual.”

Junior Lima

“O estilo e a cor dos óculos combinaram com a camiseta. O look está bem esportivo. Porém óculos de sol são para ser usado no sol! Em ambientes fechados é desagradável você conversar com alguém sem saber pra onde esta pessoa está olhando. Mas também deve se levar em conta que cada um tem seu estilo próprio.”

Sandy

“As peças não conversaram entre si. A camisa está com cara de pijama, a faixa não combinou com o estilo proposto e as bijus estão mais refinadas do que o resto do look. Faltou equilíbrio.”

Por Gabriela Valente (MBPress)

Comente