Bolsas cheias e pesadas

Mulher mexendo na sua bolsa

Atire a primeira pedra, a mulher que consegue levar poucos itens em sua bolsa ! Quantas vezes você já ouviu a perguntinha irônica se está carregando chumbo na bolsa ? É quase uma marca genética, mulheres são como “caracol”, gostam de carregar a casa nas costas, em bolsas pesadíssimas...Isso é fato!

As colunistas do Vila Mulher, Denise Gallo e Renata Petrovic, sócias da empresa Uma a Uma e especialistas em comportamento feminino, contam que a pesquisa “In Your Purse: Archaeology of the American Handbag” (Dentro de sua Bolsa: Arqueologia da Bolsa Americana), apresentada por Kelley Styring (Insight Farm, Inc.), mostrou que a mulher carrega, em média, 67 itens dentro de sua bolsa!

O estudo, que abriu as bolsas de 100 mulheres americanas, entre 18 e 64 anos, contou com entrevistas individuais e um inventário dos itens encontrados.

Objeto misterioso para os homens, as bolsas femininas carregam muitas, muitas coisas inúteis. Aí, o que era para trazer praticidade e resolver todos os problemas, nos faz passar por cenas ridículas como procurar desesperada o celular que toca, toca e você não acha no seu “buraco negro” particular. Ou então, ficar presa na porta do banco e perder um tempo enorme tirando tudo o que poderia fazer travar a porta...enquanto a fila toda te olha raivosamente.

Pegue fôlego...agora leia: carteira, cartões, moedas, canetas, chaves, necessaire, celular, elástico de cabelo, absorventes, chiclete, remédio, barrinha de cereais, IPod, óculos escuros, bloco de anotações, câmera digital, patuás, carregador de celular, etc, etc...Sentiu o drama?

E quando se descobre as maravilhas de ser “mãe” então....xiiii....a bolsa ganha itens inimagináveis, como cartola de mágico aparece a chupeta que ele deixou cair, uma fralda extra, um pirulito grudado no brinquedinho que ele esqueceu na sua sogra, etc, etc....

Ok, ok, já sabemos, somos culpadas! Então vamos às dicas: aconselho a evitar as bolsas enormes e as bolsas "saco", fica tudo misturado e é quase impossível encontrar rapidamente alguma coisa. O ideal é escolher para o dia-a-dia bolsas de tamanho médio, de preferência com muitas divisórias e compartimentos para os itens mais utilizados como chaves e celular. Um bom hábito também é fazer faxinas periódicas na sua bolsa, tirando tudo o que não está sendo usado.

Na complicada discussão sobre o que é verdadeiramente supérfluo na hora de eleger o que levar na bolsa, lembre-se de uma sábia frase da grande dama da moda Coco Chanel: “Elegância é recusar”. Captou ? Faça uma análise do conteúdo da sua linda bolsa, deixe seus ombros mais leves, faça jus a sua imagem de mulher resolvida e organizada, daquelas que acham tudo o que procuram, a começar pela sua própria bolsa !

Por Karina Conde

Comente