Vanessa Giácomo chora ao se lembrar da morte da mãe

Vanessa Giácomo

Foto: Reprodução/ Tv Globo

A atriz Vanessa Giácomo, a Aline de "Amor à Vida", não segurou as lágrimas ao ser homenageada pelo quadro "Arquivo Confidencial" do "Domingão do Faustão". Porém, nem todos os momentos de choro foram de alegria.

Este ano, antes de estrear a novela de Walcyr Carrasco, Vanessa perdeu a mãe, Ivonete, vitima de câncer. Era uma pessoa que acompanhava muito a vida profissional da atriz. "Eu tenho certeza que ela está aqui, eu sinto a presença dela, esse amor nunca vai sair. Em vários momentos que aconteciam coisas bacanas nessa novela, eu pensava em ligar para ela, e não tinha como ligar..."

Entre lágrimas, Vanessa disse que, por conta dessa perda, sofreu muito para incorporar o personagem, mas queria fazer da melhor forma possível. "Foi o pedido que minha mãe me fez antes de falecer", revelou. "Os primeiros dias foram complicados, difíceis de fazer, as pessoas falavam comigo e eu chorava. Mas não pensei em tomar remédio, eu achei uma força que eu não sabia que eu tinha, porque meu maior medo era perder minha mãe", completou a atriz, que descobriu a doença de Ivonete na mesma época da coletiva de apresentação da novela.

Um dos momentos mais emocionantes do quadro foi quando Thamiris, prima de Vanessa, relembrou que a atriz havia encontrado um bilhete de Ivonete no dia da estreia da novela. Estava escrito: "Minha filha, hoje é um dia muito especial para você". "Aquilo foi muito de Deus", comentou a prima.

A atriz credita parte de sua força ao marido, Giuseppe Dioguardi, que esteve o tempo todo ao lado dela. "Ele é um parceiro, uma pessoa que me ajuda muito, curte o meu sucesso. Ele me dá várias dicas e por conta dele eu consegui consolidar minha carreira, tive muitos problemas antes da trama. Eu agradeço muito a ele por isso."

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente