Valéria Zopello, lembram dela?

Valéria Zopello lembram dela

Arquivo pessoal

Ela conheceu a fama em meio à tristeza. Perdeu o namorado Dinho, vocalista dos Mamonas Assassinas, em 1996, mas deu a volta por cima, sem perder a essência. Hoje, depois de trabalhar como modelo e produtora de televisão, Valério Zopello encabeça um projeto que combina sua paixão pelo automobilismo com uma necessidade do mercado. O portal Mulher ao Volante (www.mulheraovolante.com.br) que, segundo ela, foi criado para suprir a pouca importância que os sites automotivos dão às mulheres e a suas opiniões sobre veículos.

Valéria é louca por velocidade, adora andar na linha do limite. Mas, depois da fama, procurou mudar de lado e levar a vida com simplicidade. “Cansei de ver pessoas da mídia caindo em depressões profundas por não saberem o que fazer quando o vento colorido da fama passa. Mantenho meus pés no chão e a cabeça erguida para enxergar as oportunidades”, diz.

Da relação com o sempre Mamonas guarda as melhores lembranças. “Daquela época, levo nosso amor eterno e a mensagem de nunca desistir dos meus sonhos”.

Valéria conversou com o Vila Glitter e conta mais sobre a carreira e a vida acelerada que dirige. Agito só, a moça não coloca o pé no freio. Pelo menos fora das pistas.

O que motivou a paixão pelos carros e pela velocidade?

Sempre me interessei por carros, por velocidade, adrenalina. Cresci na rua, brincando de policia e ladrão. Aos 20 anos, comecei a correr de kart indoor como brincadeira. Mas fui batendo recordes de pistas e chamando a atenção por ser rápida e mulher, em um esporte quase que exclusivamente masculino. Após vencer alguns campeonatos pequenos, olheiros me levaram para fazer um teste de kart profissional em Itu (interior de São Paulo). Meu desempenho surpreendeu e logo resolveram me patrocinar. Quando namorava o Dinho, tínhamos o hobby de correr de kart sempre que possível. Quando o destino nos separou, entrei de cabeça na brincadeira que virou profissão, pelo amor que ambos nutríamos pela modalidade. Colho os belos frutos ate hoje, o que me orgulho muito.

Valéria Zopello e o automobilismo

Arquivo pessoal

Qual sua relação com esportes radicais?

Adoro romper meus limites, superar medos, sentir a adrenalina correndo nas veias. Isso mexe positivamente com minha auto-estima, faz eu me sentir mais forte, mais capaz. Me sinto muito bem na tribo dos esportistas. Gosto da energia contagiante, da solidariedade, da paciência, da confiança mútua.

Valéria Zopello  no pódio

Arquivo pessoal

Depois da relação com Dinho, você pousou nua, trabalhou na TV, ficou conhecida em todo o Brasil. Como administrou a perda e conseguiu dar a volta por cima?

Minha vida ficou bastante conturbada. No início, minha imagem estava vinculada à tragédia da perda do meu namorado. Mas o tempo passa e a gente se adapta. Levo minha vida na simplicidade do dia-a-dia, mantendo meus antigos amigos e minha família sempre por perto. Nunca me esqueci da minha essência, e me norteio através dela até hoje. Procuro fazer sempre o bem e estar preparada para os baques da vida me apoiando na fé, no aprendizado, na minha família e no que me dá prazer. A fama não me mudou e me sinto muito bem por isso.

E como está sua vida pessoal?

Está corridíssima! Além de manter o portal, sou colunista de diversas revistas e blogs, estou desenvolvendo a arte da fotografia, tenho uma agência de elenco, corro alguns campeonatos e eventualmente atuo. Estou sempre perto da minha família. Eles são meu porto seguro! Me sinto muito amada.

E o coração?

O coração esta de férias após um namoro de 2 anos. Não acredito em príncipes encantados, mas quero poder viver em paz. Opto pela felicidade sempre!

Como cuida da saúde do corpo e da mente?

Cuido do corpo fazendo aulas de circo, jogando frescobol, caminhando com meus cachorros e descarregando as energias no kart sempre que posso. Da mente, cuido mantendo o equilíbrio emocional. Busco meus amigos para longos papos, penso positivo e tento estar sempre desperta e conectada com o Universo.

Quais os atuais projetos?

Fazer o portal se tornar um produto de relevância entre nosso público, ganhando fidelidade. Queremos lançar alguns produtos com nossa marca, que agregue informações úteis a mulheres e homens que gostem de motores e carros. Há um projeto pessoal muito bacana, mas este ainda e segredo! Assim que puder, compartilharei com vocês, ok?

Por Sabrina Passos (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: modelo automobilismo