Taís Araújo estampa capa da RG Vogue

Taís Araújo estampa capa da RG Vogue

Divulgação/RG Vogue

Ela está linda na novela das oito, como a top model Helena. E fora da trama, também tem estampado uma infinidade de ensaios de revistas, mostrando toda versatilidade. Em dezembro, Taís Araújo é capa e recheio da "RG Vogue", onde aparece divina! Nas fotos, assinada por ninguém menos que JR Duran, mostrou o poder de sua beleza negra, com direito a cabelo black power e tudo.

Na entrevista, falou na relação com o ator Lázaro Ramos, com quem está junto há cinco anos. Uma separação, nesse meio tempo, foi chata e agitada, principalmente pela insistência da imprensa em saber mais da vida dos dois. "Estava triste, queria ficar no meu canto e a imprensa e os paparazzi não deram trégua", comentou.

Sobre o amado, ela se derreteu. "Lázaro é um marido maravilhoso. Apesar de muito agitado, ele me dá serenidade. Eu sou passional demais, transbordo demais com meus sentimentos, sou muito insegura, porque fui protegida demais pela minha família", disse.

A atriz falou também da participação dos negros na televisão brasileira e criticou o fato de que, para ser bem-sucedido, o negro tenha que ter uma história anterior muito triste, como se precisasse se justificar. "Eu não sou vítima. Não preciso alimentar o mercado da miséria", alfinetou.

A bela nasceu no Méier, Rio de Janeiro, e foi criada num bairro de classe média, a Barra da Tijuca. "Costumo dizer aos jornalistas que minha vida não rende manchete. Tive uma adolescência absolutamente normal, sem dramas, com uma família muito amorosa e protetora. Entendo que existam muitas histórias terríveis e admiro todos os que superaram o preconceito, porque é cruel a maneira como o negro ainda é tratado no Brasil".


Taís Araújo tem sido criticada pela atuação em "Viver a Vida", mas disse à RG Vogue que não se abala. "Fui crucificada no começo de Xica da Silva e depois fui ovacionada. Tenho 31 anos e não alimento ilusões sobre o que ainda devo passar na minha carreira", afirmou.

Por Sabrina Passos (MBPress)

Comente