Retratos de um sertão sem fim, por Araquém Alcântara

Retratos de um sertão sem fim por Araquém Alcântar

Foto/Divulgação

Depois de dois anos de jornada, o fotógrafo Araquém Alcântara, conhecido por retratar toda beleza da natureza brasileira, lança o seu mais recente trabalho. Trata-se do livro "Sertão Sem Fim" (Editora Terra Brasil).

Em 2008, Alcântara, primeiro brasileiro a produzir uma edição especial à National Geographic intitulada "Bichos do Brasi", apenas se dedicou a concepção e ao planejamento. E neste ano percorreu oito estados brasileiros registrando 12 peregrinações, somente em estradas de terra, sempre em busca de locais pouco conhecidos, muitos deles entre o norte de Minas e o Piauí, já lembrados por Guimarães Rosa, Euclides da Cunha, Graciliano Ramos, Ariano Suassuna e João Cabral de Melo Neto.

"Escolhi mapear o sertão como espaço geográfico o mais desabitado possível, a partir do norte de Minas e depois os interiores de Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte, Bahia e Ceará, lugares que não estão no mapa, esquecidos pela civilização, mais que ainda mantém uma natureza primordial e intocada. No livro está o sertão de terra dura, ocre, agreste, banhado pelo sol escaldante, de estradas empoeiradas, lajedos e pedras calcinadas... Pobreza, fome, seca, fadiga, o amor e o sangue, a possessão das terras, as lutas pelas cabras e carneiros, a vida e a morte, tudo que é elementar no homem está presente nesta terra perdida", comenta o fotógrafo.

Lugares cheios de particularidades e com riquíssimos personagens, com histórias dignas de filmes. Nozinho de Cedrolândia é um dos ícones. Assim como senhoras religiosas e os demais passantes de Acaba Vida, Compra Fiado, Buriti Cristalino e Cachoeira do Borudué, entre outras localidades.

[galeria]

As fotos foram tratadas digitalmente em papel especial italiano, que dá o efeito delicado de gradação dos tons em preto e branco. Mas a beleza das fotos também foi conquistada pelo talento do fotógrafo que escolheu equipamento semelhante ao que usava no início de sua carreira, 40 anos atrás: uma câmera Leica, totalmente manual, três lentes e incontáveis rolos de filme Tri-X Pan, um clássico em p&b da Kodak.


O lançamento da obra será no dia 15 de dezembro, a partir das 18h, na Livraria da Vila, em São Paulo. (Alameda Lorena, 1731, tel.: 11.3062.1063).

Sertão Sem Fim

Editora Terra Brasil

90 fotos

Capa dura (R$ 120,00) e edição de luxo (R$ 140,00).

Por Juliana Lopes

Comente

Assuntos relacionados: famosos araquém alcântara sertão