Repórter entrevista Anitta ignorando Pabllo Vittar. Veja a reação!

Pabllo Vittar é a drag mais seguida do mundo no Instagram e brilhou no clipe de "Sua Cara" junto com Anitta. Mesmo assim, a imprensa insiste em ignorá-la!
Anitta, Pabllo Vittar

Anitta e Pabllo Vittar são as grandes estrelas do clipe de "Sua cara", música do trio de DJs Major Lazer, lançado neste domingo (30). As cantoras foram até o Marrocos gravar sua participação no clipe, que em poucos minutos já quebrou recordes de visualização no Youtube. Tanto sucesso, claro, redeu entrevistas diversas e muita polêmica. Algumas tensões rolaram quando o assunto foi Pabllo Vittar, que aparentemente está sendo excluida do hit pela mídia.

A faixa junta as batidas eletrônicas do trio formado por Diplo, Jillionaire e Walshy Fire com a letra toda em português cantada por Anitta e Pabllo.

A primeira tensão rolou aqui no Brasil, durante uma entrevista que ela e Anitta concedeu para a Record nos bastidores de um show. No vídeo publicado no Instagram de Pabllo, o jornalista Amin Khader é interrompido por Anitta, porque passa a entrevista inteira de costas para Vittar, ainda que esteja falando sobre a colaboração das duas. Quando o interrompe, Anitta pede, “você pode se posicionar aqui, olha, para nós duas”.

Assista ao momento abaixo:

E, num caso semelhante, o Major Lazer também chamou a atenção do blogueiro Perez Hilton pelo Twitter, porque o cara publicou sobre a estreia na rede social citando apenas Anitta e Diplo. “A música e o clipe também contam com a participação da Pabllo Vittar”, ressaltaram.

O blogueiro, conhecido por fazer barraco, deixou claro que ignorou Pabllo Vittar intencionalmente e que não se importa com ela. “Eu sequer mencionei o Major Lazer, porque a chamada é mais forte se eu citar o Diplo (...) Quase ninguém conhece ele [Pabllo Vittar] nos EUA.”

Anitta, Pabllo Vittar

Anitta, Pabllo Vittar

Será preconceito? Vale questionar, afinal, também existe preconceito dentro da comunidade LGBT. Pabllo Vittar é uma drag queen, o que, pra algumas pessoas ainda é motivo para não levarem seu trabalho a sério. É preciso discutir e desconstruir os estereótipos criados pela sociedade e reconhecer o talento e a  preciosidade de pessoas diferentes dos padrões.

Comente

Assuntos relacionados: preconceito transfobia lgbt