Preta Gil processará deputado Jair Bolsonaro por racismo

Preta Gil processará Jair Bolsonaro

Foto Ique Esteves. Divulgação TV Globo.

Mais uma vez, o deputado federal Jair Bolsonaro (PP) se envolve em uma polêmica. Agora, será processado por Preta Gil por causa de uma declaração feita em rede nacional, no programa "CQC", da TV Bandeirantes. Durante o quadro "O Povo Quer Saber", exibido na última segunda-feira (28), o deputado respondeu às perguntas da população, o que inclui uma da cantora.

Preta perguntou o que ele faria se seu filho se apaixonasse por uma negra. Bolsonaro, sem titubear, respondeu: "Preta, eu não vou discutir promiscuidade com quem quer que seja. Eu não corro este risco e meus filhos foram muito bem educados. E não viveram em ambientes, como lamentavelmente é o teu".

A resposta não demorou a aparecer. Em seu Twitter, Preta Gil anunciou: "Advogado acionado, sou uma mulher Negra, forte e irei até o fim contra esse deputado, racista, homofóbico, nojento, conto com o apoio de vocês. Não farei somente por mim e pela minha família, que foi ofendida e caluniada por ele, mas também por todos os negros e gays desse País (sic)".

A cantora teve apoio do também deputado federal Jean Wyllys (PSOL), representante do movimento LGBT na Câmara. "Racismo eh crime! Quem pratica racismo e homofobia em TV aberta eh mais que imoral; eh criminoso quem debocha da Constituição. Quem pensa que pode sair ofendendo a dignidade de negros e homossexuais e incitando o ódio impunemente não perde por esperar. Amanhã (hoje) vou ver o meio mais rápido de representar contra esse racista homofóbico no Conselho de Ética da Câmara! Isso não vai ficar assim! (sic)", postou no microblog.


A rede social também foi a plataforma escolhida para a defesa de Bolsonaro. Em seu perfil, o deputado estadual Flávio Bolsonaro, filho de Jair, manifestou-se, em relação à conduta de seu pai: "Bolsonaro não é racista nem homofóbico, é apenas contrário às cotas raciais e à apologia ao homossexualismo. Entendo as críticas, porque baseadas numa premissa equivocada. Estou esclarecendo que o Bolsonaro entendeu errado a pergunta, difícil entender?"

As constantes declarações racistas e homofóbicas feitas por Jair Bolsonaro renderam grande reboliço noTwitter - seu nome está nos Trending Topics (os assuntos mais comentados no microblog) desde o final da noite de ontem (27).

Por Ana Paula de Araujo (MBPress)

Comente