Para lembrar do Programa do Chacrinha

Para lembrar do Programa do Chacrinha

Chacrinha com as Chacretes. Foto: divulgação.

Quem vê as loucuras apresentadas nos programas de auditório de hoje muitas vezes não lembra que houve na história da televisão brasileira uma figura ímpar, chamada Chacrinha, que consolidou e fez do imprevisível e anárquico uma marca de sucesso de audiência. Jogando bacalhau no auditório, buzinando para os calouros ou premiando-os com o Troféu Abacaxi, o Velho Guerreiro deixou um legado e tanto, lançando bordões inesquecíveis e novos artistas.

A justa homenagem a esse fenômeno chega com a estréia, no próximo dia 30, do documentário de Nelson Hoineff "Alô, Alô Terezinha". O longa aborda a trajetória do apresentador sem ser biográfico, mantendo o foco no programa que "veio para confundir e não para explicar". Para a produção do filme foi feita uma grande pesquisa, além da recuperação digital do legado de Chacrinha.

O documentário mescla muitas imagens de arquivo de trechos dos programas com depoimentos atuais, fazendo um paralelo entre essas épocas e mostrando o rumo que tomaram os diferentes integrantes de seus programas, desde as antigas chacretes até artistas como Roberto Carlos, Gilberto Gil, Wanderléia, Ney Matogrosso, Fábio Jr. e tantos outros descobertos e revelados pelo apresentador.

Para lembrar do Programa do Chacrinha

Chacrinha. Foto: divulgação.


O filme, que tem 90 minutos de duração, segue o estilo dinâmico e imprevisível dos programas do "Velho Guerreiro".

Por Larissa Alvarez

Comente