Abuso não tem gênero! Amigas acusam cantora de estupro e assédio

Abuso entre mulheres é real! Entenda o escândalo de Melanie Martinez e veja com a gente porque estupro não tem gênero
melanie-martinez-estupro

Foto: Reprodução

Estupro só acontece quando é cometido por um homem, certo? Errado. Infelizmente já estamos todos tão acostumados com notícias de abusos sexuais que fica difícil entender que o estupro não é um ato cometido apenas por homens. Estupro não tem gênero e foi isso o que chocou a internet recentemente, quando a cantora Melanie Martinez foi acusada de estupro pela melhor amiga. Fãs começaram a duvidar da veracidade do relato da amiga Timothy Heller e isso abriu um debate sobre abuso entre mulheres.

Timothy usou o Twitter para relatar a situação e desabafou: “É difícil dizer que você foi estuprada por alguém que ama”, escreveu.

No texto que Timothy compartilhou, ela disse dividia toda sua vida com a cantora de “Cry Baby”, mas a relação entre elas chegou em um ponto problemático. “Eu era dependente em ajudá-la com a vida dela. Nossa amizade era apenas sobre ela”, contou.

melanie-martinez-estupro

Melanie Martinez. Foto: Reprodução

A garota revelou que Melanie insistia para que fizessem sexo e que ela tocava seu corpo de forma inapropriada: “Foram duas noites seguidas e eu disse não”. Ainda de acordo com o relato, Melanie convenceu a amiga a usar drogas e, sob o efeito delas, Timothy não se defendeu do abuso.

"Ela sabia que eu não queria, eu deixei claro. Não a impedi porque eu amava ela e só queria que aquilo acabasse logo. E não importa que eu não resisti aquela noite, eu estava arrasada", explicou a garota na carta. Confira o texto completo:

Em sua defesa, Melanie Martinez se pronunciou sobre a acusação de Timothy usando um argumento típico masculino: “Ela nunca disse não para o que escolhemos fazer juntas”.

“Estou chocada e triste com a história contada por Timothy Heller. O que eu e ela compartilhamos foi uma amizade próxima por um bom tempo. Nós entramos uma na vida da outra e estávamos começando nossas carreiras, tentávamos nos ajudar. Nós duas lidávamos com a dor e nossos próprios demônios, mas eu realmente senti que estávamos tentando levantar a vida uma da outra. Ela nunca disse não para o que escolhemos fazer juntas. E apesar de termos nos separado, estou mandando meu amor e luz para ela”, escreveu.

Foi aí que todos começaram a perceber que o discurso de Melanie não justificava seus atos. Os internautas começaram a reagir:

E então, como já aconteceu em diversos escândalos de assédio sexual, a bomba começou a estourar e outra amiga da artista relatou que foi assediada sexualmente por ela. Madeleine Carina tweetou em solidariedade à Heller e contou que “algo parecido aconteceu com ela”.

melanie-martinez-amiga

Foto: Reprodução/Twitter

"Algo parecido (não estupro) aconteceu comigo e com Mel. Ela implorou por várias vezes para que eu dormisse com ela e eu cedi. Ela me desgastou. Eu disse sim. Mas não foi a mesma coisa que aconteceu com Timothy. Eu apoiarei Timothy Heller até o fim."
melanie-martinez-amiga

Foto: Reprodução/Twitter

"Eu acho que muita gente interpretou o que eu falei errado. Foi muito manipulador da parte dela, mas o que aconteceu entre nós foi consentido. Eu quero compartilhar isto pois estou vendo várias pessoas chamando Timothy de mentirosa. Ela não é. Nós éramos muito amigas da Mel."

Melanie Martinez ainda não se pronunciou sobre o relato de Madeleine Carina. 

Comente