Marta - de olho nela nas Olimpíadas de Pequim!

Marta  de olho nela nas Olimpíadas de Pequim

Foto Divulgação

Marta, a melhor jogadora de futebol do mundo, acaba de aparecer na posição 23 da lista da “Time” dos 100 atletas que merecem ser observados nessas Olimpíadas. É mole ou quer mais?

A “Pelé de saias” já mandou avisar! Na estréia em Pequim, queria vitória contra a Alemanha, mas acabou empatando. É a segunda vez que ela disputa as Olimpíadas e não quer nem lembrar dos últimos Jogos, em Atenas, quando a bola bateu na trave e o Brasil ficou com a medalha de prata.

“O gostinho de revanche existe, sim. Não só para mim, mas para todas as jogadoras que estavam em campo naquele dia. Todas nós sabemos que perdemos nos detalhes aquela final. A Alemanha veio para cima quando já estávamos estressadas. Elas notaram e vieram para cima da gente na hora certa para elas. Só que agora estamos muito mais preparadas física e psicologicamente”, garante Marta.

“As Olimpíadas serão, com certeza, um instrumento que pode nos ajudar a desenvolver o futebol feminino no Brasil. Muita coisa mudou, mas temos muitas jogadoras que têm de trabalhar além de representar a Seleção. Quatro anos se passaram desde os Jogos de Atenas e nosso time está muito mais bem preparado hoje, muito mais maduro.”

Marta é muito realista ao comentar a situação do futebol feminino no Brasil. “Essas meninas que jogam aqui não têm pretensão de ganhar milhões, mas elas querem um salário digno. Tem gente que só ganha auxílio de condução para treinar por seus clubes. Tem muita jogadora que passou pela Seleção Brasileira e hoje não tem nem mais clube para treinar. Temos de batalhar para tentar mudar essa realidade, e eu acredito que possa ajudar nesse processo. É o que tento fazer desde que a FIFA me elegeu como a melhor jogadora do mundo. Eu sempre digo para elas não desistirem dos sonhos”, afirma

Por Karina Conde

Comente