Malala Yousafzai recebera cidadania canadense honorária

Malala Yousafzai

Foto: Divulgação

A paquistanesa de 16 anos, Malala Yousafzai, conhecida por defender a educação de meninas, vai receber do Canadá a cidadania honorária. O anúncio foi feito durante o Discurso do Trono pelo governador geral do Canadá, David Johnson.

A jovem passará a integrar o grupo de elite de homenageados estrangeiros, que já conta com Nelson Mandela, Raoul Wallenberg, Dalai Lama, Aung San Suu Kyi e Aga Khan.

"O Canadá reconhece o exemplo corajoso e inspirador dado por Malala Yousafzai em arriscar sua vida promovendo a educação para as mulheres jovens", afirmou o governo. "Ela enfrentou o mal e a opressão e agora fala corajosamente por aqueles que estão silenciados."

Após receber ameaças de morte do Taliban por defender que as meninas têm direito à educação, Malala Yousafzai foi baleada há um ano em um ônibus escolar no vale do Swat, no noroeste do Paquistão.

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente