Jow Marinho: "Antes de ‘Avenida Brasil’ eu já frequentava a classe C"

Jow Marinho Antes de ‘Avenida Brasil’ eu já freque

Foto reprodução Blog JOWtro Mundo

A criadora do blog "JOWtro Mundo", Jow Marinho, caiu nas graças da classe C. Sim, ela fala do que acontece em todas as classes sociais, mas como seus posts vêm temperados com muito humor e texto super descoladinho, a massa amou.

Jow resolveu montar o blog depois que seus comentários começaram a fazer sucesso no Facebok. "Minhas amigas disseram que eu estava exagerando, mas adoro ser ‘over’ e os comentários ‘bombavam’. Resolvi então criar o blog para não sobrecarregar a minha página na rede social", disse ela ao colunista Bruno Astuto.

O blog está tão famoso que já ganhou espaço no Boutique B. Online, um grupo foi idealizado por Angela Hall (ex-diretora da Louis Vuitton Rio), Kika Gama Lobo (diretora da Atitude Comunicação) e Bebel Schmidt (editora do portal Is Fashion Mag), que abriga 12 autoras de blogs que abordam os mais variados assuntos.

Nascida na Avenida Atlântica, região nobre do Rio de Janeiro, Jow contou ao colunista que frequenta churrasco na laje e já subiu morro para soltar pipa com os filhos das empregadas. Provavelmente foi essa vida desprovida de qualquer preconceito ou divisão social que deu à moça bagagem para transitar facilmente entre as alas que ela mesma chama de high e do low.


"Não sou da alta sociedade nem da favela, sou a ponte entre os dois mundos sem discriminar nem um nem outro", diz a blogueira que se autodefine como um mix de Jennifer Lopez, Beyoncé e Preta Gil. "Antes de ‘Avenida Brasil’, eu já frequentava a classe C."

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente