Jair Oliveira: talento que vem do berço

Jair Oliveira talento que vem do berço

Foto Arquivo MBPress

Filho do cantor Jair Rodrigues e irmão da cantora Luciana Mello, Jair Oliveira é prova de que talento pode vir do berço. O paulistano, de 33 anos, começou sua carreira musical ao lado de Simony, Tob e Mike, na “Turma do Balão Mágico”, lembra? O grupo infantil apresentava um programa diário na TV Globo, no início dos anos 80. Com os companheiros, ele chegou a vender mais de 10 milhões de discos.

Depois de crescido, Jair ingressou na faculdade de jornalismo, mas não concluiu o curso. O músico, então, foi para a Itália e lançou um disco solo, “La Casa dei Giocattollo”, em 1995. Ele também estudou música nos Estados Unidos e foi diplomado em Produção Musical/Engenharia de Som e Administração Musical pelo conceituado Berklee College of Music, de Boston.

Jair Oliveira

Foto Arquivo MBPress

De volta ao Brasil, Jair Oliveira começou a produzir artistas, como a sua irmã, Luciana Mello, e retomou a carreira de cantor. Seu último trabalho foi o “Jair Oliveira Ao Vivo”.

Em entrevista ao Vila Glitter, ele conta como conheceu sua mulher, a atriz Tânia Kalil, e fala sobre o andamento de seu novo trabalho, um CD em homenagem à filha do casal, Isabela.

Como você e a Tânia se conheceram?

Nos conhecemos no “Na Mata”, em São Paulo. Antigamente, eu cantava lá. Ela foi ao local para comemorar o aniversário de uma amiga e trocamos olhares. No intervalo de uma apresentação e outra, eu aproveitava para conversar. Demoramos um pouco para namorar, acho que um mês mais ou menos. No dia que nos conhecemos, poucas pessoas estavam no local e ela me chamou a atenção logo de cara.

Há quanto tempo vocês estão juntos? Você tem ciúmes das cenas dela na televisão?

Estamos juntos há sete anos. Quando eu a conheci, ela já era atriz. Por fazer parte do mundo artístico, sei como funciona e acabamos compartilhando experiências. Não tem motivo para sentir ciúmes. Eu já namorei outras mulheres em quem não confiava. Ciúme é falta de confiança, independentemente da profissão.

Ela já serviu de inspiração para alguma canção?

Quando estou em casa, eu componho muito para a Tânia.

Como está o processo de gravação de seu novo CD, que terá como inspiração sua filha?

A Isabela tem 11 meses e o CD já está em andamento, lançarei até o fim do ano. Eu chamei o cantor Seu Jorge e a Vanessa Jackson para participarem. O CD chamará “Grandes pequeninos”.

Você iniciou na música por influência do seu pai ou criou essa paixão sozinho?

As duas coisas, não tem como. Com certeza meu pai influenciou e convive com isso, mas não é o elemento principal.

Você se mostra muito apaixonado por música. Por que cursou um semestre de jornalismo?

Eu achei que fosse uma ferramenta para me ajudar na música, mas vi que não era assim. Então, estudei música cinco anos fora.

E como está sua carreira internacional?

Tenho uma boa receptividade no Japão, Europa e nos Estados Unidos. O tempo que morei fora me ajudou a ser reconhecido.

Fonte - MBPress

Comente