Instituto Royal: Luiza Mell e Nicole Puzzi serão intimadas a depor

Luiza Mell

Foto: Reprodução/ Instagram/ Luisa Mell

A polícia que investiga o caso dos beagles que foram resgatados do Instituto Royal na sexta-feira (18), em São Roque, interior de São Paulo, já identificou 20 pessoas que participaram da ação. Todas elas serão intimadas a depor, inclusive a atriz Nicole Puzzi e a apresentadora Luiza Mell. Segundo o grupo de ativistas, a ação se deu porque os cães usados em testes de cosméticos e medicamentos sofriam maus-tratos, o que a empresa invadida nega.

A atriz Nicole Puzzi disse que vai colaborar com as investigações, pois não tem nada a esconder. "O delegado está agindo de acordo com a lei, ele tem que investigar tudo o que aconteceu e eu colaborar com tudo", declarou.

Ativista há 20 anos, Nicole disse que participou da ação por não concordar que cães sejam usados como cobaias. E garantiu que os advogados que trabalham para as associações de defesa dos animais haviam orientado sobre a legitimidade do ato. "Eu faria tudo o que fiz novamente. Os animais estavam sofrendo, por isso tínhamos o direito e entrar e resgatar os cães.".

A apresentadora Luiza Mell também garantiu que vai colaborar com a polícia. "Não me oponho a depor de jeito nenhum. Eu sei que o que eu fiz não foi crime. Eu não sou bandida", disse que ele, que está reunindo materiais que comprovem os maus-tratos para entregar ao Ministério Público contra o Instituto Royal.


Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente