Hacker invade página de Pabllo Vittar no YouTube e deleta clipe “K.O.”

Os invasores entraram no canal da cantora na madrugada desta segunda, excluíram vídeos e postaram outros de cunho homofóbico
pabllo-vittar-clipe-k-o

Foto: Reprodução

A drag queen Pabllo Vittar foi vítima de um crime cibernético. Um usuário invadiu a conta da cantora no YouTube, colocou fotos do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), excluiu o clipe “K.O.”, que tinha milhões de visualizações e adicionaram três vídeos que são pejorativos a Pabllo, que vem se destacando no cenário pop internacional.

“Open Bar”, por exemplo, agora conta com trechos que fazem referência à pedofilia: “Pergunta pra ela que ela responde sem kô / Prefere um de 12 aninhos / Ou um pedofag com ficha de abusador”.Na descrição do vídeo “O Cancro” há uma afirmação de que a página teria sido hackeada pelo grupo @Sh4dowNetwork. Porém, o Sh4dowNetwork afirmou pela conta oficial do Twitter que não tem nenhuma relação com a invasão da conta de Pabllo. O grupo afirma que o usuário invasor veio de Goiânia (GO). 

pabllo-vittar-hackeada

Foto: Reprodução/Youtube

Pabllo Vittar ganhou visibilidade quando fazia parte da banda do programa Amor & sexo. No último mês, ela também participou do clipe de Sua cara ao lado de Anitta e do grupo de música eletrônica Major Lazer.  Até o momento, a cantora não se pronunciou sobre o assunto.

pabllo-vittar

Foto: Reprodução

 Nas redes sociais, o assunto já repercute e a tag #todoscomPablloVittar em apoio a cantora está sendo usada pelos internautas. Confira as reações:

Comente

Assuntos relacionados: homofobia cantoras famosas