Novos filmes feministas para assistir já!

Empoderamento nas telonas - Não deixe de conferir alguns desses filmes com ideais feministas!
filmes-feministas

Foto: Reprodução

Demorou mas nós, mulheres, temos sempre que lutar por mais conquistando mais espaço na sociedade e quando falamos de cinema esta luta está apenas começando. Ainda é muito muito difícil ver grandes produções trazendo mulheres como protagonistas fortes e com personalidade, sem estarem a sombra de um homem ou contra outras mulheres em busca de um. O mercado cinematográfico é restrito até mesmo para diretoras e roteiristas, que apesar de assumirem esses projetos ainda correm o risco de não receber o mesmo salário que os homens.


O sexismo  de Hollywood é gritante, e é por isso que devemos prestar cada vez mais atenção nas produções com pegada feminista. Prestigiar esses filmes ajuda a expor o sexismo da indústria e nos promove mais carga cultural para lutar contra o machismo do dia a dia e enxergarmos nosso valor.

Veja abaixo alguns filmes novos e com ideais feministas e de empoderamento feminino para você assistir:

Mulher Maravilha (estreia em 2017)

mulher-maravilha-2017

Foto: Reprodução

Cheio de empoderamento feminino, o primeiro filme para as telonas da “Mulher-Maravilha” já tem trailer e data prevista de estreia(06/2017)! Ele vai mostrar como a princesa Diana se tornou uma das maiores heroínas da DC. Na história, a mulher que foi criada em uma ilha paradisíaca abandona sua casa para salvar o mundo de uma guerra.

O elenco de “Mulher-Maravilha” tem, além de Gadot e Pine, as incríveis Connie Nielsen como a Rainha Hipólita e Robin Wright como a General Antiope.

Para quem não sabe, “Mulher-Maravilha” é o primeiro filme da história comandado por uma mulher com o orçamento acima de 100 milhões de dólares. Adoramos! 

Capitã Marvel (estreia em 2019)

Capitã Marvel

A atriz americana Brie Larson, vencedora do Oscar por O quarto de Jack (2015), será a protagonista de Capitã Marvel. Foto: Reprodução

Previsto para março de 2019, "Capitã Marvel" tem poucos detalhes conhecidos, mas já espera-se uma pegada feminista no longa. A história gira em torno da super-heroína que se esconde sob o nome de Carol Danvers, uma agente da CIA que tem contato com uma raça alienígena e ganha poderes sobre-humanos.

Caça-Fantasmas (Ghostbusters, 2016)

os-caça-fantasmas-2016

Foto: Reprodução

A grande ideia mostra que o "trabalho sujo" de caçar criaturas fantasmagóricas também pode ser feito por mulheres.

Todo mundo conhece o classico "Os Caça Fantasma", certo? Sucesso nos anos 80, o filme ganhou um remake divertido neste ano porém com uma, ou melhor, quatro mudanças: protagonistas mulheres! A mudança foi boa mas teve uma rejeição no início. Isto porque o trailer do longa foi o com maior rejeição da história do Youtube, com 600 mil dislikes versus 200 mil likes. Será por motivos de machismo? Bom, não sabemos ao certo, mas podemos dizer que de ruim o filme não tem nada.

A produção é cheia de humor inteligente e cenas empoderadoras de ação. Esse novo ‘Caça-Fantasmas’ já merece todo o holofote como um dos projetos mais audaciosos e feministas da história de Hollywood.

Amor Por Direito (2015)

amor por direito

Foto: Reprodução

A policial de New Jersey Laurel Hester (Julianne Moore) e a mecânica Stacie Andree (Ellen Page) estão em um relacionamento sério. O mundo delas desmorona quando Laurel é diagnosticada com uma doença terminal. 

Como sinal de amor, ela quer que Stacie receba os benefícios da pensão da polícia após a sua morte, só que as autoridades se recusam a reconhecer o relacionamento das duas. O filme fala sobre direitos e igualdade.

As sufragistas (2015)

assufragistas

Foto: Reprodução

"O filme se passa na Londres do início do século XX e retrata o crescimento das aparições em público das sufragistas, mulheres que resistiam à opressão de forma passiva, mas, a partir do momento em que começam a encarar uma crescente agressão da polícia, decidem se rebelar publicamente. A atriz Carey Mulligan interpreta Maud Watts, que trabalha com seu marido em uma lavanderia. Um dia, Maud reconhece uma companheira de trabalho entre os manifestantes de um grande protesto e percebe que deve reivindicar sua dignidade", diz a sinopse oficial em português do longa-metragem.

Baseado em fatos reais, As Sufragistas conta com Helena Bonham Carter no papel de Edith Ellyn, uma ex-professora que passou a ajudar nas campanhas da organização "Women's Social and Political Union", quando rodou a Inglaterra para mobilizar mulheres a lutar por seus direitos, incluindo, principalmente, o direito ao voto. Meryl Streep interpreta Emmeline Pankhurst, líder do movimento pelo sufrágio feminino, fundadora da WSPU.

Por Thamirys Teixeira

Comente