Famosos conferem pré-estreia de "O Bem Amado" e homenageiam Drica Moraes

Famosos conferem préestreia de O Bem Amado e homen

José Wilker e Marco Nanini. Foto: arquivo MBPress.

Na terça-feira (13), o Cine Odeon BR, no Rio de Janeiro, celebridades fizeram questão de conferir a pré-estreia do filme "O Bem Amado". O sucesso que teve formato de novela e minissérie agora é levado às telas de cinema pelas mãos do consagrado diretor Guel Arraes. Escrito por Dias Gomes nos anos 60, o longa conta a história do prefeito corrupto Odorico Paraguaçu, que governava a cidadezinha de Sucupira.

O diretor Guel Arraes conversou com o site Famosidades e disse que o filme se passa ainda na época original. "O que eu quis fazer foi imaginar como o Odorico seria visto nos dias de hoje com o pensamento da época. Acho que as críticas políticas estão mais consistentes", disse.

Odorico Paraguaçu é vivido por Marco Nanini, que herdou o personagem do saudoso ator Paulo Gracindo. E confessou: "Jamais conseguiria imitar o Gracindo. Por isso preferi nem tentar e resolvi começar do zero, mesmo. Quero que o púbico goste, se divirta, reflita", completou.

José Wilker intepreta Zeca Diabo, um matador de aluguel estranhamente religioso. Na novela e na minissérie, o personagem foi vivido por Lima Duarte. O ator disse que conversou pessoalmente com Lima não se espelhou na atuação dele. "Procurei criá-lo sozinho. E acabei me divertindo, porque ele é um homem que procura fazer justiça, apesar dos meios que ele se vale. Como muitos no Brasil", pontuou.

A atriz Zezé Polessa dá vida a mais velha das três irmãs defensoras de Odorico, Doroteia. "Quando eu comecei a gravar 'O Bem Amado' eu estava ainda em cartaz com o monólogo 'Não Sou Feliz, Mas Tenho Marido', e foi meio maluquice, porque as duas mulheres são muito diferentes! Da Sofia, de ‘Escrito nas Estrelas’ então, nem se fala. Mas acho que a gente acaba tirando um pouquinho da gente em cada personagem, e acaba tudo dando certo!", disse.

Andréa Beltrão vive Dulcineia, a irmã do meio que é apaixonada pelo prefeito, disse que se divertiu muito durante as filmagens. "O elenco todo é maravilhoso, formado por grandes amigos e colegas talentosos", disse. E aproveitou para falar da obra: "Mesmo antigo, ‘O Bem Amado’ é bastante atual. O Brasil de Odorico ainda existe em muitos lugares do país, e acho que esta é uma boa oportunidade para se refletir, já que as eleições estão chegando", apontou.

[galeria]


Drica Moraes, que deu vida à personagem Judiceia, não compareceu à pré-estreia por estar se recuperando do transplante de medula que fez no fim de junho. Mas nem por isso foi esquecida pelos demais colegas. Pouco antes da exibição do filme, o diretor Guel Arraes homenageou a atriz em público: "A recuperação da Drica é a melhor notícia que a gente poderia dar aqui. Estou sempre em contato com a família dela para saber de notícias. Não deixo passar mais do que dois dias para saber dela".

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente